Desaprovação da gestão de Bolsonaro na pandemia é de 51%, diz Datafolha

·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) - A desaprovação da gestão do presidente Jair Bolsonaro na pandemia de Covid-19 teve uma oscilação negativa de três pontos percentuais para 51%, mostrou pesquisa Datafolha publicada na noite de quinta-feira no site do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com o levantamento, em que pese a oscilação negativa na desaprovação da gestão da pandemia em relação ao levantamento anterior feito em março, o percentual dos que desaprovam a forma que Bolsonaro lida com a Covid-19 está 18 pontos percentuais acima do patamar mais baixo, de 33%, registrado entre o final de março e início de abril de 2020, quando o Datafolha fez o primeiro levantamento sobre o tema.

O percentual dos que aprovam a gestão do presidente na pandemia, de acordo com o Datafolha, é de 21%, ante 22% no levantamento de março. Os que a consideram regular são 27%, ante 24% na sondagem anterior.

O Datafolha ouviu 2.071 pessoas presencialmente entre terça e quarta-feiras desta semana. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.

Nesta semana o jornal já havia divulgado outros trechos da pesquisa do Datafolha que mostraram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com ampla vantagem sobre Bolsonaro nas intenções de voto para as eleições presidenciais do ano que vem e uma queda na aprovação do atual presidente.