Descubra qual a nota mínima para poder participar do FIES 2015!

FIES

Desde que foi criado, em 1999, o programa de Financiamento Estudantil do Governo Federal (FIES) já beneficiou quase 2 milhões de estudantes com empréstimo educativo a juros baixos e prazos estendidos para pagar a dívida.

Em 2015 as regras do FIES começaram a mudar. Já no primeiro semestre, a mudança mais impactante para os estudantes foi a exigência de nota mínima no Enem para quem concluiu o ensino médio a partir de 2010.  Antes, bastava ter feito o Enem e não ter zerado na redação.

O novo critério, divulgado no fim de 2014 e válido para novos contratos a partir do primeiro semestre de 2015, pegou muita gente de surpresa.Se você pretende pedir o Financiamento Estudantil do Governo para pagar a faculdade, fique de olho na nota mínima que precisa tirar no Enem!

Qual a nota mínima para pedir o FIES?

Desde 2015,  quem solicitar um novo contrato do FIES deve cumprir o requisito de apresentar o desempenho mínimo de 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação do Enem.

A nota do Enem não precisa ser do ano imediatamente anterior, como acontece no ProUni. O candidato ao FIES pode apresentar o desempenho no Enem em qualquer ano a partir de 2010, desde que atinja o mínimo necessário.

Mas atenção! Você precisa cumprir os dois critérios de nota mínima (450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação) na mesma edição do Enem.

A regra da nota mínima vale para quem se formou no ensino médio a partir de 2010, ou seja, quem concluiu o “antigo segundo grau” em 2009 ou antes disso está dispensado de apresentar nota do Enem para solicitar o FIES.

Também estão dispensados de apresentar a nota mínima no Enem os professores efetivos da rede pública de educação básica que estiverem se candidatando ao FIES para pagar um curso de licenciatura, normal superior ou pedagogia. 

Precisa fazer prova para conseguir o FIES?

O critério de nota mínima para pedir o FIES está relacionado à participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e vale para quem concluiu o Ensino Médio a partir de 2010. Ou seja, quem terminou o ensino médio a partir daquele ano, precisa ter feito o Enem e ter atingido a nota mínima para solicitar o FIES.

O Ministério da Educação (MEC) já deu sinais de que o desempenho no Enem será usado para classificar os candidatos ao FIES em um processo seletivo semelhante ao do Programa Universidade para Todos (ProUni). Ou seja, quanto maior a sua nota do Enem, maiores as suas chances de conseguir o FIES.

Apesar disso, não há sinais de que os candidatos ao FIES precisarão fazer outras provas. Quem estiver dispensado de apresentar a nota do Enem será classificado por meio de um cálculo que leva em consideração fatores como: renda familiar, tipo de curso, ter estudado em escola pública, ser pessoa com deficiência, etc.

Faculdades que participam do FIES

Não são apenas os estudantes que precisam apresentar nota mínima para entrar no FIES. As faculdades privadas também são avaliadas e devem ter nota positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

A partir do primeiro semestre de 2015, o MEC passou a priorizar o financiamento para cursos de qualidade, com  notas 5 e 4 na avaliação do Sinaes. Conheça algumas faculdades privadas que participam do FIES e oferecem cursos com nota máxima:

-Centro Educacional Anhanguera (Anhanguera)

-Universidade Estácio de Sá (UNESA)

-Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

-Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)


Você já tem a nota mínima para pedir o FIES ou ainda vai fazer o Enem? Conte para a gente aqui nos comentários!