Descubra quantos pontos vale a redação do Enem

Redação

A prova de redação é bastante temida por quem faz o Enem. Um dos aspectos que mais geram ansiedade é a surpresa do tema proposto. Somente no dia da prova é revelado o assunto sobre o qual os participantes precisarão escrever. E tem ainda o medo de zerar e ficar de fora da disputa por uma vaga em universidades públicas, bolsa de estudo pelo ProUni ou do financiamento estudantil pelo FIES.

O Enem é considerado o maior vestibular do país, pois possibilita que milhares de estudantes consigam uma vaga em universidades públicas e privadas usando apenas a nota obtida no exame.

E a redação tem um papel importantíssimo no desempenho geral do Enem, pois, além de valer muitos pontos, é o primeiro critério de desempate na disputa por vagas.

Descubra quantos pontos vale a redação do Enem, quais os critérios de correção e porque ela é tão importante!

 

Quantos pontos vale a redação do Enem?

A prova de redação do Enem vale até 1.000 pontos. Quem mandar bem no texto já sai na frente em vários processos seletivos. Por outro lado, é preciso ficar muito atento para não cometer nenhum deslize.

Quem corrige as redações está autorizado a dar nota zero nos seguintes casos:

-Fuga do tema: quando o texto não segue o tema proposto.

-Desobediência à estrutura dissertativo-argumentativa:
se a redação estiver escrita em versos, como narrativa ou em qualquer outro estilo diferente do solicitado.

-Textos com menos de 7 linhas
.

-Impropérios, desenhos ou outras formas propositais de anulação:
não vale escrever aquela famosa receitinha de bolo no meio do texto para encher linguiça!

-Desrespeito aos direitos humanos:
utilizar xingamentos, demonstrações de racismo ou qualquer tipo de preconceito.

-Entregar a folha de redação em branco:
mesmo que tenha escrito a redação na folha de rascunho, se o candidato não passar a limpo na folha destinada para a redação, ganha zero. 

Se você não cometeu nenhum destes deslizes, veja como será corrigida sua redação.

 

Como é corrigida a redação do Enem

A redação do Enem é avaliada segundo 5 critérios, ou competências:

-Competência 1 - “Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa”. Ou seja, as palavras devem estar escritas com a grafia correta, sem muita repetição, as frases devem ter concordância verbal e pontuação corretas e o texto não deve conter os vícios da linguagem falada.

-Competência 2
- “Compreender a proposta da redação e aplicar conceitos de várias áreas do conhecimento para desenvolver o tema”. Aqui é avaliado se o estudante entendeu o tema proposto e se ele consegue defender suas ideias ao longo do texto.

-Competência 3
- “Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista”. O estudante é avaliado pela forma com que organiza as ideias, se elas possuem relação com o mundo real e se estão apresentadas em uma sequência lógica, fazendo sentido entre as partes do texto.

-Competência 4
- “Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação”. Neste quesito o que é avaliado é a organização textual, se os parágrafos possuem relação entre si e se existe uma sequência coerente de ideias no texto.

-Competência 5
- “Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos”. O último quesito a ser avaliado é a proposta ao final da redação. Ela precisa ser detalhada e coerente com as ideias apresentadas.

 A redação é corrigida manualmente por uma equipe de avaliadores certificados. Cada prova é analisada por duas pessoas diferentes, sem que um tenha conhecimento da nota do outro.

Cada avaliador atribui de 0 (zero) a 200 (duzentos) pontos em cada uma das cinco competências avaliadas. A soma desses pontos constitui a nota daquela redação.

Depois de cada redação ter sido corrigida duas vezes, é feita uma comparação entre as notas. Se a diferença entre elas for menor do que 100, a nota final é a média simples das duas notas.

Agora, se a diferença total for maior que 100, ou maior que 80 em qualquer uma das 5 competências isoladamente, a prova será corrigida por um terceiro avaliador. E a nota final será formada pela média entre as duas notas que mais se aproximarem.

Se, ainda assim, continuar essa discrepância entre os valores, a redação será avaliada presencialmente por uma banca composta de três professores, que deverão chegar a um consenso e definir a nota final.

 

Por que é importante se dar bem na redação

Uma redação bem escrita pode melhorar sua nota final no Enem e garantir uma vaga na faculdade dos sonhos. Isto porque, quanto maior sua nota no Enem, maiores são suas chances de ser classificado nos diferentes programas de acesso ao ensino superior, como ProUni, Sisu e FIES.

Além disso, o desempenho geral no Enem (provas objetivas e redação) pode ser usado para se matricular diretamente em várias faculdades particulares de todo o Brasil, sem precisar fazer vestibular. Veja algumas faculdades que usam a nota do Enem como forma de ingresso direto:

-Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
-Universidade Estácio de Sá (UNESA)
-Centro Universitário Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
-Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) 

 

Veja também:

Tudo sobre o Enem

 

Você sabia que a redação do Enem era tão importante assim? Compartilhe suas ideias com a gente nos comentários!