'Desculpas por abusos sexuais'

O diretor geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, se desculpou nesta terça-feira por funcionários da instituição acusados de abusarem sexualmente de dezenas de pessoas na República Democrática do Congo. Uma investigação independente concluiu a série de abusos após entrevistar dezenas de mulheres.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos