Desempenho no Brasil dá confiança sobre recuperação de resultados do Carrefour

·1 min de leitura
Desempenho no Brasil dá confiança sobre recuperação de resultados do Carrefour

Por Dominique Vidalon

PARIS (Reuters) - O Carrefour está avaliando seus negócios em 2022 com confiança depois que o crescimento de vendas acelerou no primeiro trimestre, puxado principalmente pelo desempenho do grupo no Brasil, seu segundo maior mercado.

Em um ambiente inflacionário exacerbado pela guerra na Ucrânia, o Carrefour vai buscar proteger o poder de compra de clientes e reforçar seu modelo de negócios, afirmou o vice-presidente financeiro, Matthieu Malige, a analistas.

Para isso, o grupo varejista francês aposta em produtos de marca própria, atividades promocionais e programas de fidelidade, enquanto amplia iniciativas de economias de custo.

O maior grupo de varejo alimentar da Europa reiterou meta de gerar fluxo de caixa livre acima de 1 bilhão de euros em 2022 e pretende obter mais de 900 milhões de euros em economias de custos este ano.

Na noite da véspera, o Carrefour Brasil, que também detém a bandeira de atacarejo Atacadão, divulgou faturamento de 20,75 bilhões de reais no primeiro trimestre, um crescimento de 14,5% ante mesmo período de 2021.

No mundo, o grupo Carrefour teve vendas no primeiro trimestre que somaram 20,239 bilhões de euros, um crescimento de vendas mesmas lojas de 3,4% puxado por expansão sólida no Brasil e na Espanha. Na França, principal mercado da companhia, as vendas ficaram estáveis no período.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos