Desemprego cai para 11,6% em novembro, mas renda do trabalhador volta ao menor patamar desde 2012

·1 min de leitura

A taxa de desemprego recuou para 11,6% no trimestre encerrado em novembro, mostra o IBGE em divulgação feita nesta sexta-feira. Isso significa que há 1,5 milhão de desempregados a menos no país, na comparação com o trimestre anterior.

Mas ainda há 12,4 milhões em busca de uma vaga, e o rendimento real voltou a cair e ficou no menor patamar da série histórica, iniciada em 2012. Segundo o instituto, a renda média do trabalhador recuou para R$ 2.444 mensais.

A cifra representa queda de 4,5% frente ao trimestre anterior e 11,4% em relação ao mesmo trimestre de 2020, quando o país ainda sentia mais fortemente os efeitos do isolamento social.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra a Domicílios (Pnad).

Nos últimos meses, o número de desempregados vem caindo devido ao avanço da vacinação e à retomada das atividades, garantindo a alocação de trabalhadores no mercado. No entanto, a recuperação é puxada pela abertura de postos com menor remuneração.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos