Desemprego entre jovens ainda desafia Europa

Por Céline LE PRIOUX
1 / 2
Uma filial da agência nacional de emprego da França, Pole Emploi, em Montpellier

A economia da zona do euro avança a todo vapor - seu crescimento chegou em 2017 ao nível mais alto em dez anos -, mas a recuperação não alcançou os jovens. A taxa de desemprego entre eles é superior aos níveis pré-crise econômica mundial.

Segundo dados do escritório europeu de estatísticas Eurostat, o índice de desemprego entre os menores de 25 anos na zona do euro em dezembro de 2018 (17,9%) é o dobro da taxa geral (8,7%).

Apesar de uma queda constante do máximo de 24,7% alcançado em fevereiro de 2013, no pior momento da recessão na zona do euro, o desemprego juvenil continua acima dos 15,1% de fevereiro de 2008, antes da quebra do Lehman Brothers, que levou à crise da dívida.

A desocupação entre os jovens, contudo, tende a ser superior ao geral por motivos estruturais, já que eles chegam sem nenhuma experiência ao mercado de trabalho.

"Sua inserção é uma sucessão de testes e erros que precisa de várias idas e vindas ao desemprego, antes de encontrar um posto adequado", resume Stéphane Carcillo, economista da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

- Mais sensíveis à conjuntura -

Com a recuperação econômica, que começou no final de 2013, o desemprego como um todo, que atingiu um pico de 12,1% entre abril e junho de 2013, também caiu. Mas o desemprego juvenil é mais "sensível à conjuntura" por causa da "flexibilidade dos contratos", segundo Carcillo.

"Quando a economia avança, as empresas assinam contratos rapidamente de entre três e seis meses. Quando ela patina, eles se desfazem de seus trabalhadores temporários", diz o economista da OCDE.

A situação dos ativos com menos de 25 anos nos 19 países da zona do euro é desigual. A Alemanha, a principal economia europeia, registrou desemprego juvenil de 6,6% em dezembro de 2017, e a Áustria, de 9,3%, bem abaixo do dos países do sul da Europa.

Nestes, mais atingidos pela crise da dívida, a taxa foi superior a 20% em dezembro de 2017: 40,8% na Grécia (dados de outubro), 36,8% na Espanha, 32,2% na Itália e 22%,1% em Portugal.

- 'Garantia' limitada -

Em um estudo publicado em novembro de 2017, a Fundação Bertelsmann apontou que, na Grécia, a taxa de desemprego juvenil de longo prazo (mais de 12 meses) aumentou, "passando de 6,5% em 2008 para 22,9% em 2016".

Em 2013, os líderes europeus mobilizaram-se para criar o programa "Garantia para a Juventude", financiado pelo orçamento comunitário, que propôs uma formação, ou um trabalho, nos quatro meses seguintes ao fim dos estudos ou à perda de um emprego.

Seu efeito foi limitado. "Você não vê isso nas estatísticas", diz Brenke. Menos duro, Carcillo acredita que, pelo menos, servirá para chamar a atenção para este problema.

"Além do problema do desemprego, há também a questão da remuneração desses jovens e suas perspectivas de longo prazo", diz Dhéret, que ressalta que "essa é a primeira geração que acredita que vai ficar pior economicamente que seus pais".

O Fundo Monetário Internacional (FMI) concorda. Em um estudo publicado há uma semana, ele ressalta que, desde 2007, "a diferença de renda entre gerações na Europa aumentou em detrimento dos jovens" e que "sem uma política adequada", "uma geração inteira nunca se recuperará".

O relatório acrescenta: "Para reduzir o risco de que os jovens empobreçam e percam seus rendimentos para a vida, é essencial facilitar sua integração ao mercado de trabalho".

  • O gingado de Taís Araujo e Lázaro Ramos nesse vídeo vai salvar o seu Carnaval
    Notícias
    HuffPost Brasil

    O gingado de Taís Araujo e Lázaro Ramos nesse vídeo vai salvar o seu Carnaval

    Se tem uma coisa que o casal Tais Araujo e Lazaro Ramos sabe fazer alem deatuar, e dançar (e muito bem.

  • Coronavírus: a corrida para encontrar animal que foi origem do surto
    Notícias
    BBC News Brasil

    Coronavírus: a corrida para encontrar animal que foi origem do surto

    Teria sido um morcego ou um pangolim? Cientistas correm para desvendar como o novo coronavírus foi transmitido de animais para seres humanos.

  • Frota chama Bolsonaro de 'frouxo' após vídeo de WhatsApp que gerou polêmica
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Frota chama Bolsonaro de 'frouxo' após vídeo de WhatsApp que gerou polêmica

    'Vai ter que me prender e me matar, mas vou estar ao lado da democracia', opinou o deputado

  • Bonde do Giane, Lucas Jagger príncipe, Lexa ameaçada: o que ninguém contou dos bastidores do carnaval
    Notícias
    Extra

    Bonde do Giane, Lucas Jagger príncipe, Lexa ameaçada: o que ninguém contou dos bastidores do carnaval

    Anitta sossegadinha com Gabriel David. Paolla Oliveira assumindo namoro. Muitos casais previamente...

  • Coronavírus: infectologista recomenda vacinação contra a gripe para reduzir sobrecarga em hospitais brasileiros
    Notícias
    O Globo

    Coronavírus: infectologista recomenda vacinação contra a gripe para reduzir sobrecarga em hospitais brasileiros

    Para Celso Ramos Filho, da UFRJ, o Brasil não está preparado para enfrentar uma epidemia do novo vírus

  • Diogo Melim diz que curtiu indireta para Boca Rosa, do 'BBB20', sem querer
    Notícias
    Extra

    Diogo Melim diz que curtiu indireta para Boca Rosa, do 'BBB20', sem querer

    Desde que foi eliminada do "Big Brother Brasil 20", Bianca Andrade (Boca Rosa) não conseguiu ainda...

  • 'Eu sabia que sofreria ataques. Nem Jesus agradou a todos', diz rainha de bateria da Mangueira, Evelyn Bastos, sobre fantasia
    Notícias
    O Globo

    'Eu sabia que sofreria ataques. Nem Jesus agradou a todos', diz rainha de bateria da Mangueira, Evelyn Bastos, sobre fantasia

    Musa da verde e rosa conta que caracterização como 'Jesus Mulher' ficou pronta apenas em Janeiro, após escola receber o aval da Arquidiocese do Rio

  • Bolsonaro montou a trincheira. E acaba de lançar uma granada contra o Congresso
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Bolsonaro montou a trincheira. E acaba de lançar uma granada contra o Congresso

    Controle do orçamento está no centro da briga que opõe os militares do governo e parlamentares eleitos pelas mesmas urnas que elegeram Bolsonaro

  • Anitta diz que fantasias com bumbum à mostra fazem parte de estratégia
    Notícias
    Folhapress

    Anitta diz que fantasias com bumbum à mostra fazem parte de estratégia

    A cantora explicou o marketing por trás dos looks de Carnaval recortados

  • Paolla Oliveira, Raíssa Machado e Evelyn Bastos: o ranking das rainhas na Marquês de Sapucaí
    Notícias
    Extra

    Paolla Oliveira, Raíssa Machado e Evelyn Bastos: o ranking das rainhas na Marquês de Sapucaí

    Rainha de bateria não é quesito de julgamento no carnaval. Mas todo mundo está de olho nelas. Das...

  • Coronavírus no mundo, nas últimas 24 horas
    Notícias
    AFP

    Coronavírus no mundo, nas últimas 24 horas

    Enquanto na China houve uma leve desacelaração na contaminação, o Brasil registrou o primeiro caso do novo coronavírus e Coreia do Sul teve mais diagnósticos positivos nas últimas 24 horas:

  • Mulheres protestam contra estupro em Ilha Grande
    Notícias
    O Globo

    Mulheres protestam contra estupro em Ilha Grande

    Crime aconteceu na madrugada de segunda-feira (24) na Vila do Abraão

  • Após Bolsonaro compartilhar vídeo, PT vê motivo para impeachment, mas evita defesa pública
    Notícias
    Folhapress

    Após Bolsonaro compartilhar vídeo, PT vê motivo para impeachment, mas evita defesa pública

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O impeachment do presidente Jair Bolsonaro deixou de ser tabu no PT, mas o partido ainda prefere evitar sua defesa em público.  A avaliação no partido é que já é possível fazer uma argumentação jurídica de que o presidente cometeu crime de responsabilidade. O problema, na visão interna, é que não haveria ainda condições realistas para iniciar uma campanha pelo afastamento do presidente. O apoio do mercado financeiro e de parte do empresariado e da classe média às reformas econômicas ainda dá fôlego a Bolsonaro. Seria preciso esperar uma piora substantiva no humor popular para o impeachment ter chance de prosperar. Nesta quarta-feira (26), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva convocou membros da cúpula petista e entidades aliadas para discutir a resposta do partido aos seguidos ataques de Bolsonaro ao Congresso, Supremo, imprensa e agentes políticos de forma geral. Participaram representantes da direção nacional e lideranças como o ex-prefeito Fernando Haddad. Também estiveram na reunião a CUT e movimentos sociais. A presidente do partido, Gleisi Hoffmann, que não estava em São Paulo, se fez presente por meio de videoconferência. A reunião resultou numa nota, que diz que "o novo ataque de Jair Bolsonaro à democracia e às instituições é mais uma etapa da escalada que passou pelo golpe do impeachment de Dilma Rousseff e pela prisão e cassação da candidatura de Lula". O PT marcou três atos para março: dia 8, em prol das mulheres, dia 14, para marcar os dois anos do assassinato da vereadora Marielle Franco e dia 18, em defesa da democracia. Além disso, na próxima terça (3), partidos de esquerda vão se reunir para debater uma estratégia conjunta de reação ao presidente. "Quem pode realmente garantir a democracia no Brasil é o povo nas ruas", afirma a nota do partido. "É assim que mostraremos nossa indignação com a situação do país, enfrentando Bolsonaro e seu governo neoliberal de extrema-direita." Até agora, o partido vinha criticando a administração Bolsonaro, mas evitando a defesa do impeachment.  A orientação partiu do próprio Lula, que, ao deixar a prisão, em novembro do ano passado, descartou a defesa do afastamento do presidente. Em discurso em São Bernardo do Campo, argumentou que o partido não deveria defender um impeachment em bases frágeis, como julga ter sido o caso do processo contra Dilma, em 2016. Com o acúmulo de declarações polêmicas do presidente, o assunto vem lentamente ocupando espaço no partido. Nesta quarta (26), o líder do PT no Senado, Rogerio Carvalho (SE), disse que Bolsonaro pode ter cometido um crime de responsabilidade, o que poderia levar a um pedido de impeachment. Haddad também se referiu às declarações do presidente como crime de responsabilidade, após ele ter repassado um vídeo convocando para manifestação em 15 de março.  O ex-prefeito, contudo, não defendeu o afastamento de Bolsonaro. "Impeachment é algo muito complexo, envolve uma dimensão política que norteia toda e qualquer reação", afirmou. Para ele, mais importante é o Congresso reagir às agressões. "Se o Congresso não tiver uma reação à altura, é algo tão grave quanto a mensagem que o Bolsonaro repassou", afirmou. Na mesma linha, o secretário de Comunicação do PT, Jilmar Tatto, defende cautela. "Motivos para impeachment não faltam, mas precisamos avaliar com cuidado as condições antes de usarmos essa palavra de ordem".

  • Desfile com nazistas e vítimas do Holocausto causa indignação na Espanha
    Notícias
    AFP

    Desfile com nazistas e vítimas do Holocausto causa indignação na Espanha

    Um desfile carnavalesco com pessoas fantasiadas de nazistas e de vítimas do Holocausto em um povoado da Espanha deixou indignadas autoridades israelenses e a chanceler espanhola, que viram no episódio uma "banalização" do genocídio.

  • O que é uma pandemia e por que o atual surto de coronavírus ainda não é uma
    BBC News Brasil

    O que é uma pandemia e por que o atual surto de coronavírus ainda não é uma

    Vírus já se espalhou por mais de 30 países, mas Organização Mundial da Saúde ainda não o declarou como uma pandemia; saiba por quê.

  • Notícias
    Agência Brasil

    Japão divulga diretrizes básicas para combater coronavírus

    O governo do Japão definiu diretrizes básicas para medidas de proteção contra um surto nacional do novo coronavírus. Entre elas, recomenda-se que pessoas que apresentem sintomas leves se recuperem em suas casas para garantir que um atendimento médico adequado esteja disponível em centros médicos para pacientes em estado grave.Membros da força-tarefa governamental sobre o coronavírus se reuniram nesta terça-feira (25) no gabinete do primeiro-ministro.A força-tarefa informou que, no momento, foram registrados casos esporádicos de pacientes em diversas áreas do Japão nos quais a rota de infecção é desconhecida. Também mencionou que existem pequenos focos de infecção em algumas áreas.Para prevenir contra a disseminação do vírus, a força-tarefa está orientando as pessoas a permanecerem em casa e não irem ao trabalho ou escola caso apresentem febre ou sintomas de um resfriado. Também está exortando empresas a promoverem um horário de trabalho flexível e trabalho remoto.Segundo as diretrizes, não é necessário fazer um cancelamento ou adiamento em massa de eventos, mas recomenda que organizadores reavaliem a necessidade de prosseguir com seus planejamentos.Em regiões que reportaram um aumento no número de infecções, pessoas com sintomas leves estão sendo recomendadas a se recuperar em casa. Centros médicos não especializados no tratamento de doenças infecciosas serão direcionados a aceitarem pacientes após implementarem um sistema de horas e zonas de circulação separadas. MortesAté as 11h de terça-feira, o total de infecções confirmadas em decorrência do novo coronavírus no Japão tinha chegado a 851.Desses casos, 146 são pessoas infectadas no Japão ou turistas da China e de outras regiões do mundo.Entre os passageiros e tripulantes do navio de cruzeiro Diamond Princess, houve a confirmação de 691 casos.Havia 14 infectados entre as pessoas evacuadas da província chinesa de Hubei em voos fretados pelo governo japonês.

  • Rainhas têm apoio de equipes com mais de 20 profissionais para desfilar na Avenida
    Notícias
    O Globo

    Rainhas têm apoio de equipes com mais de 20 profissionais para desfilar na Avenida

    Há sempre alguém a postos na hora de maquiar, dar água na boca, enxugar o suor e até assoprar o glitter nas musas

  • Com Ludmilla ao vivo na Globo, público puxa coro contra Bolsonaro
    Notícias
    Folhapress

    Com Ludmilla ao vivo na Globo, público puxa coro contra Bolsonaro

    Os foliões aproveitaram a participação de Ludmilla no 'Mais Você' para protestar contra o presidente

  • Presidente turco inflexível em negociações com Rússia sobre a Síria
    Notícias
    AFP

    Presidente turco inflexível em negociações com Rússia sobre a Síria

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, excluiu nesta quarta-feira (26) "dar um único passo para trás" frente ao regime de Bashar al-Assad, no noroeste da Síria, demonstrando sua intransigência antes de negociar com a Rússia, aliada de Damasco.

  • Saiba quem é Glaucio Lopes, cantor sertanejo que morreu afogado em Paraty
    Notícias
    O Globo

    Saiba quem é Glaucio Lopes, cantor sertanejo que morreu afogado em Paraty

    Artista estava em início de carreira e já chegou a cantar com Gustavo Lima e Sandy

  • Família de brasileiro infectado com coronavirus é monitorada no interior de SP
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Família de brasileiro infectado com coronavirus é monitorada no interior de SP

    Secretária Municipal de Saúde de Vinhedo (79 km de SP) disse que dois adultos e uma criança tiveram contato com paciente

  • Notícias
    Extra

    Flamengo é campeão da Recopa ao superar expulsão e vencer o Independiente Del Valle

    O Flamengo provou mais uma vez que é o melhor time da América atualmente. A vitória de 3  a 0 sobre...

  • Mourão afirma que não autorizou uso de sua imagem em convocação para protestos em 15 de março
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Mourão afirma que não autorizou uso de sua imagem em convocação para protestos em 15 de março

    "Não autorizei o uso de minha imagem por ninguém. Quanto aos protestos, fazem parte da vida democrática e temos de conviver com eles", disse Mourão

  • O que fazer para não contrair o coronavírus? Tire suas dúvidas sobre a doença no Brasil
    Notícias
    HuffPost Brasil

    O que fazer para não contrair o coronavírus? Tire suas dúvidas sobre a doença no Brasil

    O Brasil apresentou o primeiro caso confirmado de coronavirus na ultima terça-feira (25).

  • Alimentos que fortalecem imunidade podem 'prevenir' contaminação por coronavírus?
    Notícias
    HuffPost Brasil

    Alimentos que fortalecem imunidade podem 'prevenir' contaminação por coronavírus?

    O novo coronavirus tem assustado muitos brasileiros.