Desfile de embarcações marca 2º dia de festas por Jubileu de Elizabeth II

Patricia Souza.

Londres, 3 jun (EFE).- Nem mesmo a chuva e o frio impediram uma multidão de demonstrar neste domingo seu orgulho britânico e de ir às ruas de todo o Reino Unido para comemorar em grande estilo o 60º aniversário de coroação da rainha Elizabeth II.

Com muito humor, entusiasmo e patriotismo, milhões de britânicos enfrentaram o mau tempo - muitos deles usando máscaras de membros da família real - para cantar o hino nacional e prestigiar a monarca, símbolo de unidade de um país formado por quatro nações: Inglaterra, Escócia, Gales e Irlanda do Norte.

"Estamos nos divertindo juntos, este é um grande momento para o país, foram 60 anos de estabilidade para o Reino Unido", afirmou Jeff Stone, de 58 anos, em uma das maiores festas populares de Londres, na praça Picadilly Circus.

Um jovem inglês chamado Matthew disse à Agência Efe que, "independentemente de as pessoas serem a favor ou contra a monarquia, uma celebração como a de hoje é muito especial e só ocorre em um país como o Reino Unido", do qual se disse "muito orgulhoso".

Desde as grandes festas populares às pequenas reuniões de vizinhos ou as multidões nas margens do rio Tâmisa, o denominador comum hoje foi um ambiente festivo em um país em recessão que vai receber em breve os Jogos Olímpicos.

A comemoração representou uma prévia das aglomerações que são esperadas em Londres durante os Jogos, com linhas de metrô abarrotadas e centenas de milhares de pessoas movimentando-se a pé pela cidade. Mas o Jubileu de Diamante de Elizabeth II foi, sobretudo, uma desculpa para que os britânicos se divirtam.

A festa contou com a presença de famílias inteiras e até cachorros enfeitados com bandeiras britânicas, principalmente à beira do Tâmisa, rio no qual aconteceu um desfile com mais de mil embarcações, uma delas com a rainha e a família real.

Jovens, invariavelmente com latas e garrafas de cerveja à mão e protegidos da chuva com capas impermeáveis, cantavam quase que incessantemente o hino nacional e mostravam alegria não só pela festa em torno da rainha, mas também pelo fato de o país ter declarado um "feriadão" de sábado até terça-feira.

Durante a espetacular procissão da flotilha pelo Tâmisa, algo nunca visto em mais de 200 anos, foram disparados tiros de canhões na Tower Bridge (Ponte da Torre), e soaram trombetas, sinos, e músicas dos 16 países da Commonwealth, comunidade que tem Elizabeth II como chefe de Estado. Até mesmo temas do cinema indiano e dos filmes de 007 foram tocados.

Elizabeth II é, aos 86 anos, a rainha mais popular da história do Reino Unido, e uma figura muito respeitada que, com o passar dos anos, ganhou mais apoio e carinho de seus cidadãos.

Criticados há 20 anos por sua falta de proximidade com o povo quando morreu Lady Di, aquele que foi seu marido durante 11 anos, o príncipe Charles, e sua atual esposa, Camilla, apareceram hoje de surpresa na festa da Picadilly Circus e se sentaram à mesa para almoçar.

Calcula-se que mais de 10 mil festas populares tenham sido realizadas em todo o Reino Unido. As festividades vão durar mais dois dias, terminando na terça-feira com uma saudação da monarca e de seu marido na sacada do Palacio de Buckingham. EFE

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias