'Desliguem as luzes': França faz apelo para que cidadãos reduzam consumo de energia

O governo francês fez um apelo nesta quarta-feira para que seus cidadãos desliguem as luzes, tirem o wi-fi da tomada e não ponham o ar condicionado em temperaturas muito baixas. As medidas, em conjunto com o plano da União Europeia para que seus países-membros cortem o consumo de gás natural em 15%, são uma tentativa de economizar energia em meio à invasão russa na Ucrânia e à onda de calor.

Racionamento: Após corte do gás russo, UE recomenda que países europeus cortem consumo de gás em 15%

Entenda: Quais são as opções da Europa se a Rússia interromper o fornecimento de gás?

Em retaliação à enxurrada de sanções europeias diante da invasão, o país de Vladimir Putin — que antes do conflito fornecia 40% de todo o gás importado pela UE — cortou drasticamente o fluxo de gás para o bloco. O preço do combustível disparou e os estoques estão abaixo do necessário para que o continente se aqueça no inverno boreal.

A situação piorou nesta semana, diante de uma onda de calor que fez a França registrar temperaturas recordes e incêndios florestais. Isso, disse o porta-voz do Eliseu, Olivier Veran, é um lembrete contundente do impacto das mudanças climáticas e da necessidade de consumir menos combustível:

— Quando você viajar no fim de semana ou sair de férias, desligue o maior número possível de eletrônicos — disse Veran após uma reunião de Gabinete, em Paris. — Tire o wi-fi da tomada, diminua um pouco o ar condicionado. E, claro, desligue as luzes quando você deixar um ambiente.

O presidente Emmanuel Macron fez um apelo para que empresas, cidadãos e governos locais elaborem planos de contingência durante o verão para evitar um inverno duro em meio à pior crise energética em décadas. Se a França é menos dependente do gás russo que alguns de seus vizinhos, enfrenta problemas em suas usinas nucleares, que fornecem mais da metade da energia do país.

Macron acusa Moscou de usar a exportação de gás como uma arma, alertando que os russos podem cortá-las por completo — mesma razão por trás da diretriz da UE desta quarta. Segundo Veran, adotar um “comportamento virtuoso” sobre o uso de energia é uma das chaves para combater a crise climática.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos