Deslizamento deixa pelo menos dois mortos em SC; bebê está desaparecido

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Pelo menos duas pessoas morreram após um deslizamento de terra no Morro do Pico, causado por fortes chuvas que atingiram o município de Rodeio (SC). Apenas nesta terça (17), a região recebeu 210 mm de precipitações.

As vítimas, segundo o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, foram localizadas na madrugada desta quarta (17) e identificadas por parentes como um homem de 30 anos e uma menina de quatro anos. As identidades dos dois não foram divulgadas.

Outra menina, de um ano e meio, que estava com as duas vítimas no momento do deslizamento, está desaparecida e ainda é alvo de busca pelas forças de resgate.

Uma dupla de cão e militar (binômio) foi encaminhada para a região para ajudar nas buscas. O animal já atuou em deslizamentos em Petrópolis (RJ), Brumadinho (MG) e Recife (PE).

No local, militares constataram pelo menos outros dois deslizamentos e viram que parte da estrutura da casa atingida foi arrastada para até um córrego.

"Muitas pessoas foram afetadas com a inundação e com o deslizamento de terra. Temos notícias nada boas. Muitas pessoas perderam todos os seus pertences", afirmou o prefeito Valcir Ferrari, em publicação nas redes sociais.

CHUVAS EM SC

A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu nesta terça um alerta de chuva intensa, raios, rajadas de vento e granizo para o litoral norte, a Grande Florianópolis, alto, médio e baixo Vale do Itajaí e Planalto Norte.

Na região oeste do estado, um temporal com ventos de até 43 km/h arrastou o telhado de uma empresa, que atingiu duas casas em Xanxerê. Ninguém ficou ferido na ocasião.

Em Rio Negrinho, pelo menos sete ruas foram interditadas devido a deslizamentos. Até o momento, não há confirmações de feridos.