Deslizamento de terra deixa turista morto e dois desaparecidos no sul da Argentina

Um turista morreu, três ficaram feridos e dois estão desaparecidos depois que um deslizamento de terra cobriu parte de um hotel na cidade argentina de San Carlos de Bariloche, uma importante estação de esqui da região, disseram autoridades nesta terça-feira (7).

O incidente ocorreu no final da tarde de segunda-feira, quando um barranco cedeu devido às chuvas e causou um deslizamento de terra no complexo hoteleiro localizado em um barranco próximo ao lago Nahuel Huapí, informou a Promotoria da província de Río Negro, ao qual pertence a cidade turística.

O falecido era um cidadão uruguaio que "se encontrava hospedado com sua família" no complexo turístico, afirmou a Chancelaria uruguaia em comunicado.

O homem ficou preso em um dos cômodos inferiores do prédio invadido pela lama após um dia de chuva incessante em Bariloche, 1.500 quilômetros ao sul da capital argentina.

Sua esposa e outras duas pessoas ficaram feridas e foram levadas ao hospital regional, onde estão internadas "em condições estáveis", segundo a Promotoria de Río Negro. Outros dois uruguaios, também parentes do falecido, estão desaparecidos e são alvo de "uma intensa busca", acrescentou a Chancelaria.

O deslizamento derrubou um muro de contenção, arrastou galhos e terra e atravessou completamente os fundos do complexo que possui dois prédios, um spa e várias cabines, que foram evacuadas. Também atingiu um hotel vizinho, embora sem causar vítimas, segundo a mídia local.

sa-ll/dga/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos