Deslizamento de terra na Noruega deixa 21 desaparecidos e dez feridos

·1 minuto de leitura
Casas destruídas em uma cratera após um deslizamento na localidade de Ask, no condado de Gjerdrum, em 30 de dezembro de 2020

Um deslizamento de terra ocorrido na cidade de Gjerdrum, ao norte de Oslo, deixou 21 desaparecidos e dez feridos - informaram a polícia e a imprensa local.

Cerca de 700 pessoas foram retiradas de suas casas, relata a imprensa, acrescentando que o fenômeno impactou 21 hectares e destruiu várias casas em Gjerdrum. Esta cidade de 5.000 habitantes fica 25 km ao nordeste da capital.

"Várias casas foram arrasadas pelo deslizamento de terra. Os serviços de emergência, com a ajuda da defesa civil norueguesa e do Exército, estão fazendo as evacuações", tuitou a polícia.

Hoje, ao meio-dia, 21 pessoas eram dadas como desaparecidas.

"Não sabemos se estão na zona afetada, se saíram de férias, ou se não podem entrar em contato com a polícia", diz um comunicado da corporação.

Além disso, dez pessoas ficaram feridas. Uma delas, em estado grave, foi enviada para Oslo.

"A polícia classificou isso como catástrofe", afirmou o chefe de operações de resgate Roger Pettersen à emissora de televisão NRK.

Os cidadãos ligaram para os serviços de emergência, garantindo que suas casas inteiras estavam se movendo, relatou Pettersen, que descreveu a situação como "grave".

"Nos fez mal ver como a força da natureza arrasou Gjerdrum. Meus pensamentos estão com todas as pessoas que foram afetadas pelo deslizamento de terra", declarou a primeira-ministra Erna Solberg nas redes sociais.

jll/bp/cac/pz/ube/jhd/lp/pc/tt