Desocupação e protestos

Depois de mais de um mês de ocupação, indígenas deixaram um terreno de uma construtora nesta terça-feira. O grupo acusava a empresa Tenda de derrubar milhares de árvores sem autorização da prefeitura.