Destroços de guitarra destruída por Kurt Cobain são vendidos por R$ 2,5 milhões nos EUA

Destroços de uma guitarra usada, quebrada e autografada por Kurt Cobain (1967-1994) — e que foi utilizada pelo cantor em 1989, na primeira turnê do Nirvana — foi vendida por US$ 486,4 mil (o equivalente a R$ 2,5 milhões), num leilão realizado nos EUA.

Acervo: Veja fotos inéditas de Kurt Cobain no Brasil, 25 anos após a morte do líder do Nirvana

Grammy 2023: Beyoncé lidera indicações ao prêmio; veja lista de artistas que concorrem ao prêmio

Cobain subiu ao palco com essa guitarra em duas ocasiões, na primeira série de shows realizada por sua banda. Após utilizar o instrumento (da marca Fender Mustang) diante de uma plateia em Chicago, ele o quebrou na noite seguinte, numa apresentação em Wilkinsburg, na Pensilvânia.

"Após aquela apresentação, a banda ficou no apartamento de Sluggo Cawley, da banda Hullabaloo, onde Cobain notou uma Gibson SG quebrada, pendurada na parede. Cobain se ofereceu para trocá-lo pelo Fender Mustang que havia destruído em 9 de julho, porque achava que poderia consertar a Gibson SG bem o suficiente para destruí-la mais tarde", relata o site da casa de leilões Julien's Auction.

A previsão era de que a guitarra destruída fosse arrematada por US$ 200 mil. O lance vencedor, porém, foi mais do que o dobro.

'Por que eu faço isso? É bom'

Kurt Cobain explicou, numa entrevista à época de uma das turnês do Nirvana, o motivo para quebrar, com frequência, instrumentos no palco, durante shows. "Por que eu faço isso? Por que não? É bom. Alguém já derrubou uma bela árvore velha para fazer essa porr* de guitarra. Esmague! Nós só fazemos isso se o sentimento estiver certo", afirmou ele.