Destroços de helicóptero da Otan encontrados no mar Jônico

Um marinheiro canadense morreu e cinco estão desaparecidos após um helicóptero da marinha cair no mar entre a Grécia e a Itália

Os destroços de um helicóptero canadense que participava em uma missão de vigilância da Otan e desapareceu na quarta-feira à noite foram encontrados no mar Jônico, entre Grécia e Itália, informaram nesta quinta-feira fontes militares gregas.

"Os destroços foram encontrados na zona de controle e intervenção da Itália no mar Jônico. A Grécia enviou um helicóptero da Marinha para participar nas tarefas de resgate", afirmou uma fonte à AFP.

Seis pessoas viajavam a bordo do helicóptero.

O canal público grego ERT informou que um corpo foi encontrado entre os destroços do aparelho, nas águas internacionais nas costas da ilha grega de Cefalônia", informações que não foram confirmadas por fontes militares.

As Forças Armadas Canadenses (FAC) explicaram na quarta-feira que o contato com o helicóptero, um CH-148 Cyclone que operava a partir da fragata NCSM Fredericton, "foi perdido quando o aparelho participava em exercícios com membros aliados perto da Grécia.

A fragata e o helicóptero desaparecido participavam desde 20 de janeiro de 2020 na operação "Reassurance", de acordo com o site do ministério da Defesa canadense.

O comando militar da OTAN em Mons, na Bélgica, confirmou "o desaparecimento de um helicóptero" e "operações de busca em andamento".

O helicóptero pertencia às forças navais da Aliança SNMG2, afirmou uma fonte do ministério da Defesa grego.

Segundo as primeiras informações, o helicóptero se encontrava fora da zona de controle da Grécia, "a 50 milhas náuticas das costas da ilha grega de Cefalônia e participava de uma operação de vigilância da área" da Aliança Atlântica.