Detenções por fogo posto a aumentar após dia com um novo incêndio a cada 10 minutos

Mais de 40 detenções por fogo posto foram realizadas desde 1 de julho em Portugal e esse número está a aumentar revelou hoje o primeiro-ministro António Costa, numa declaração em que anunciou o prolongamento da situação de contingência até domingo.

O país tem vindo a combater diversos focos de incêndio no território continental nos últimos dias, inflamados também pela onda de calor que tem elevado as temperaturas acima dos 40°C em diversas regiões. Só nesta quarta-feira estima-se que tenha surgido uma nova ignição a cada 10 minutos.

Alguns dos incêndios mais graves das últimas horas já foram dominados, como o de Palmela, do qual resultaram 12 feridos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos