Detran.RJ: taxa da primeira habilitação, hoje em R$ 346,06, poderá ser parcelada no cartão

Após permitir o parcelamento de multas e outros serviços realizados pelo Detran.RJ, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), aprovou a lei Lei 9.706/22, que permite o parcelamento da taxa de emissão da primeira habilitação, que hoje custa R$ 346,06. O pagamento também poderá ser realizado com cartões de crédito ou débito.

— A medida atende aos cidadãos que não estão conseguindo pagar pela primeira habilitação, diante do elevado valor da taxa deste serviço, que representa o dobro do que é cobrado para a maioria dos serviços prestados pelo Detran.RJ — comenta o deputado André Corrêa (PP), autor da lei sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicado na edição extra do Diário Oficial da última sexta-feira.

Questionado se será preciso credenciar empresas interessadas ou se as que atualmente parcelam multas podem oferecer o serviço, o Detran.RJ informou que "está estudando como vai operacionalizar as mudanças estabelecidas na nova lei".

Tome nota

Pode tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) quem tiver mais de 18 anos (para dirigir caminhão tem que ser maior que 21), saiba ler e escrever, tenha carteira de identidade ou qualquer documento equivalente, possua CPF válido e comprovante de residência.

O procedimento para tirar a CNH é composto por seis etapas: inscrição, exames médico e psicotécnico, curso teórico, prova de legislação de trânsito, curso prático de direção veicular e, por fim, exame de direção. Somente cionseguirá a permissão para dirigir quem for aprovado em todas essas etapas.

Caso o candidato seja reprovado, ele poderá realizar novo exame após 15 dias. O agendamento deverá ser feito no Curso de Formação de Condutores (CFC), mediante o pagamento de novo Duda (Documento Único de Arrecadação) no valor de R$ 129,33.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos