Deu o papo? Dirigente fala sobre sequelas do Cruzeiro: ‘Pode ser que a gente não suba para a Série A esse ano'

Antonio Mota
·3 minuto de leitura

O Cruzeiro passa por uma situação extremamente complicada e conturbada dentro e fora de campo, com, entre outras adversidades, forte crise financeira e zona de rebaixamento na Série B. E José Carlos Brunoro, consultor de planejamento e estratégia do futebol do clube, não fez esforços para esconder este cenário. Sincero e sem papas na língua, durante participação no Aqui Com Benja, do Fox Sports, desta semana, ele comentou sobre o estado da equipe e não garantiu o time na elite nacional em 2021.

"Nunca vi coisa igual ao que fizeram com o Cruzeiro. É inacreditável. Desde a base até o profissional, tem sequelas enormes. Mas é motivante. Pode ser difícil, mas não é impossível. A nossa solução para isso é ter gente competente. Tenho muita fé que as coisas vão ser solucionadas. O torcedor tem que entender que pode ser que a gente não vá para a série A esse ano. Temos que fazer um projeto que, mesmo que a gente fique na série B, a gente construa um projeto para a frente. Achar que seis pontos a gente recuperava, mas seis pontos na série B é muito ponto", afirmou Brunoro.

O Cruzeiro vai passar o ano do centenário na Série B? | Juliana Flister/Getty Images
O Cruzeiro vai passar o ano do centenário na Série B? | Juliana Flister/Getty Images

Atualmente, o Cruzeiro é o 18º colocado na Segundona, com apenas 16 pontos conquistados em 17 partidas. Hoje, caso vença o Náutico, o clube pode deixar a zona de rebaixamento. O caminho para a elite, no entanto, ainda é visto de longe: a Ponte Preta, 4ª colocada, tem 11 pontos a mais do que a Raposa.

"A torcida tem que confiar muito na administração do Sérgio Santos Rodrigues, porque é um cara muito sério, um jovem que se propõe a fazer isso. Segundo, na parte técnica, a gente conseguiu o cara que pode dar consistência ao trabalho de médio e longo prazo para o Cruzeiro, e ao lado dele tem um cara com muita experiência que é o Deivid. Precisa entender que o projeto do Cruzeiro são três anos, não existe milagre. O projeto para o Cruzeiro se tornar muito grande é em três anos", acrescentou Brunoro.

Outro convidado de Benjamin Back, Sérgio Santos Rodrigues, presidente da Raposa, comentou sobre a possibilidade de o time continuar na Série B na temporada que vem e se isto atrapalharia com o planejamento da equipe. "Atrapalha, porque o nosso planejamento A é o acesso. Mas, se isso acontecer, é uma coisa que a gente precisa adequar ao time e a estrutura. O Cruzeiro não tem uma campanha para cair para a série C, é uma campanha para estar no décimo segundo, se não tivéssemos sofrido a punição. Cenário de queda para a série C é algo que nem passa na nossa cabeça", completou o cartola.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.