Devido a protestos, organizada do Junior de Barranquilla pede suspensão da partida contra o Fluminense

·1 minuto de leitura

Diante dos protestos civis que ocorrem em Barranquilla, na Colômbia, uma das torcidas organizadas do Junior de Barranquilla exigiu que a Conmebol suspendesse a da partida desta quinta-feira, contra o Fluminense, pela terceira rodada da fase de grupo da Libertadores.

Em uma declaração postada no Instagram, a torcida Frente Rojiblanco Sur 1998 afirma que, caso o jogo não seja adiado, eles “serão obrigados a não permitir a entrada dos ônibus dos jogadores no estádio” e acrescentam que “antes do futebol, existe a luta social do país”.

Civis têm protestado contra o governo colombiano, que promove uma reforma tributária no país. Até então, ao longo dos cinco dias de manifestações, 19 vítimas já morreram e mais de 800 pessoas se feriram.