Dez anos após vitória no 'BBB 11', Maria Melilo diz que foi aplaudida por triângulo amoroso: 'Não julgavam como hoje'

Extra
·2 minuto de leitura

Campeã do "BBB 11", Maria Melilo viveu no reality show um triângulo amoroso até hoje lembrado pelos fãs do programa. Primeiro ela se envolveu com Mau Mau, e, quando ele foi eliminado, ficou com o médico Wesley. Acontece que Mau Mau voltou ao programa numa repescagem da Casa de Vidro e ignorou a sister, que decidiu ficar de vez com o Wesley. O comportamento de Maria, na época, deu o que falar.

"Na época, foi um marco o triângulo amoroso. As mulheres se identificaram com a minha história no reality. Não fui julgada por me envolver com dois homens e, sim, aplaudida", avalia Maria hoje, dez anos depois da vitória. "Hoje, com certeza, teriam mais julgamento porque são outros tempos. Na minha época, as pessoas não julgavam como hoje".

A ex-BBB lembra que na época, em 2011, não existia ainda Instagram e a onda de haters era limitada ao Twitter, mas que, mesmo assim, nunca ligou para julgamentos.

"Nunca liguei e nunca vou ligar para o que as pessoas pensam", diz ela, que foi enaltecida por Pedro Bial durante o discurso da vitória. O então apresentador disse que ela conquistou o público num momento em que as mulheres são julgadas por não reprimir seus desejos.

"Aquele discurso significou que as mulheres lutam pelos direitos iguais, porque naquele momento que houve o triângulo amoroso no reality, as mulheres se identificaram", comenta a campeã.

Hoje com 37 anos e solteira, a ex-sister diz que continua não se importar com a opinião alheia, mas pondera que poderia ter um outro comportamento se voltasse ao programa.

"Não estou nem aí para o que os outros pensam. Iria fazer o que tenho vontade. Se fosse hoje, com certeza faria diferente, porque a mesma história nunca seria a mesma. Mas não dá para falar o que faria de diferente porque isso só daria para saber estando lá".

A ex-BBB investiu o R$ 1,5 milhão que ganhou do programa em imóveis, comprando o apartamento dela, em São Paulo, e também pagando o tratamento de câncer no fígado que ela teve em 2013. Maria investiu o restante do dinheiro e ainda vive de fazer eventos pelo país.