Dezenas de casais são presos em motel do Chile por descumprirem quarentena

·1 minuto de leitura
(6 abril) Rua deserta no Chile

Quarenta e três casais que estavam em um motel foram presos pela polícia do Chile por descumprirem as restrições sanitárias da quarentena em vigor em quase todo o país.

Agentes fizeram uma fiscalização na madrugada deste domingo em um motel no sul de Santiago, onde constataram que muitos clientes haviam entrado com permissões de deslocamento geral emitidas pela polícia que não os autorizavam a estar naquele local.

"A fiscalização comprova que alguns portavam permissões temporárias ou outro tipo de salvo-conduto, mas nenhum que permitisse aos mesmos se hospedar nessas instalações, já que nenhum condizia com o domicílio do motel", assinalou Leonardo Alache, representante da Polícia de La Florida.

Muitos casais apresentaram aos oficiais uma permissão que a polícia entrega às empresas para que seus funcionários possam se deslocar a trabalho durante a pandemia. Segundo Alache, "43 homens e 43 mulheres foram detidos, além de uma adolescente de 17 anos".

Os chilenos podem frequentar hotéis e motéis na quarentena usando as duas permissões entregues semanalmente pela polícia para que deixem suas casas: uma para entrar no estabelecimento e outra para sair no dia seguinte, já que é proibido usar as duas permissões em um único dia.

msa/dg/lb