DF confirma mais 12 casos de Ômicron de passageiros que vieram de Cancún

·1 min de leitura

BRASÍLIA — O governo do Distrito Federal confirmou mais 12 casos de Ômicron, após investigar passageiros que tiveram contato com casal infectado pela doença na semana passada. Os viajantes saíram de Cancún, no México, e desembarcaram na capital na última segunda-feira.

De acordo com a Secretária de Saúde do DF, dos 58 passageiros monitorados, 15 foram infectados pela Covid-19, sendo que 12 viajantes testam positivo para nova cepa.

''O Laboratório Central de Saúde Pública – LACEN DF realizou o sequenciamento genômico de todos os 15 casos. Para 12 amostras foi identificada a variante ômicron e para três amostras não foi possível realizar o sequenciamento. Todas as amostras serão enviadas ao Instituto Adolfo Lutz em São Paulo para validação'', informou a secretaria em nota.

A investigação começou depois que uma mulher e um homem testaram positivo para nova cepa. Com isso, a pasta identificou 14 passageiros que foram infectados pela nova linhagem da Covid-19. ''Todas essas pessoas tiveram contato durante a viagem internacional''.

Segundo a secretaria, os passageiros têm idade entre 20 a 49 anos. Entre os infectados, 13 receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19. A pasta informou ainda que ''nenhum caso apresentou sinais de gravidade'' até o momento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos