Dia da Consciência Negra: Baixada tem exposição, shows e festival literário

“Ilustres & Anônimos” homenageia mulheres negras

Em homenagem ao Dia da Consciência Negra, uma série de eventos toma conta da região. Em Duque de Caxias, as comemorações começam hoje, com show de MC Marcinho no Calçadão da Nilo Peçanha. Já em São João de Meriti, a partir de amanhã, haverá o Festival Internacional Literário da Diáspora Africana (Flidam). Em Nova Iguaçu, a exposição “Ilustres & Anônimos”, estrelada por 35 mulheres negras, entrou em cartaz ontem no TopShopping.

Idealizador do projet, o fotógrafo Paulo Santos, de 65 anos, explica a proposta da mostra, que já acontece há 17 anos, mas, pela primeira vez, é focada em mulheres negras.

— Todos os dias, deparamos com pessoas nas ruas que nos passam despercebidas. Mas, com um olhar mais atento, veremos que cada uma tem uma história que pode nos ensinar um pouco das suas experiências. A fotografia tem o privilégio de imortalizar essas pessoas — diz.

Para Adriana Martins, de 48 anos, moradora de Nova Iguaçu e uma das homenageadas na exposição, o projeto contribui para dar maior visibilidade às personalidades negras da Baixada Fluminense.

— As mulheres negras são muito invisibilizadas na sociedade. Mesmo quando estamos à frente de algum projeto ou atividade política, temos muita pouca visibilidade. Então, um projeto como esse nos fortalece e nos incentiva a ter ainda mais protagonismo na sociedade — afirma.

Maria da Fé, de 74 anos, moradora de São João de Meriti, ficou emocionada ao ser convidada para o projeto.

— As mulheres negras fazem muito e não aparecem nunca, então essa é uma iniciativa de valorização — avalia.

A exposição fica em cartaz até o dia 30 de novembro, no 3º piso do shopping.

Confira as programações dos eventos em Caxias e em São João de Meriti:

Duque de Caxias

Terça-feira: Às 17h, Abertura oficial, com presença de autoridades, celebridades e representantes de ONGs e movimentos da Cultura Afro Brasileira, além de membros da Comissão de Reparação da Verdade da Escravatura no Brasil, da OAB de Duque de Caxias. Às 18h, show de MC Marcinho. A abertura fica por conta do grupo de pagode Só Raiz.

Quarta-feira: Às 17h, lavagem do Monumento do Zumbi. Ato Ecumênico, com a presença de representantes religiosos. Às 17h30, show com a Banda Afro Ojuobá Axé. Atividades: maculelê, capoeira e samba de roda. Participação de grupos afros e bandas convidadas. Às 18h, início da distribuição gratuita da tradicional Feijoada da Luana do Ojuobá Axé.

São João de Meriti (Flidam)

Quarta-feira: Às 10h, missa afro na Comunidade São José (Rua Cristóvão Berberéia 55, Centro).

Quinta-feira: Das 8h às 20h, tem feira do livro, exposições, feira de artesanado e oficinas. Das 9h às 11h, tem audiência pública no salão 4 da Igreja da Matriz (Praça da Matriz S/N, Centro). Das 10h às 16h, haverá ponto de Leitura Sesc, na Praça da Matriz. Na Tenda do Sesc, haverá oficina de turbante (das 10h às 13h) e feira de artesanato (das 10h às 16h). Às 11h, começa a mesa de abertuda da Flidam, no salão 4 da Igreja da Matriz. Ao meio-dia, tem a palestra de abertura, com o tema “Diásporas”. Às 16h, tem apresentação da peça teatral Turmalina, na Praça da Matriz, próximo à barraca da Dilma do acarajé.