Dia dos Namorados: Procon dá dicas para evitar problemas com compras online

·2 minuto de leitura
Close up of a young couple doing online Christmas shopping
Antes de comprar o presente do seu amado, Procon-SP recomenda checar reputação do site e fazer pesquisa de preços
  • Dia dos Namorados é uma das datas comemorativas que mais movimentam o comércio

  • Procon-SP indica cuidados para quem vai comprar pela internet

  • Cerca de 49% das reclamações registradas de janeiro a abril foram por problemas com e-commerce

Com a pandemia da covid-19, as compras online aumentaram e o número de reclamações disparou: 49% das queixas ao Procon-SP no primeiro quadrimestre foram devido a problemas compras em e-commerce. Como a o Dia dos Namorados, uma das datas que mais movimentam o comércio, é neste fim de semana, o órgão dá dicas para o consumidor redobrar cuidado. 

Leia também:

Entre janeiro e abril, o assunto mais reclamado foi a demora ou a não entrega do produto, com 18 mil queixas. Além disso, consumidores também se queixaram de cobrança indevida (9.872); produtos entregues com problemas (4.587), problemas com contrato, pedido ou orçamento (4.509) e serviço não fornecido (2.750). 

No ano passado todo, foram feitas 301.672 queixas sobre compras feitas pela internet.

Dicas 

O Procon-SP indica o consumidor a fazer uma pesquisa de preços, pesquisar reputação da loja, checar se o vendedor tem CNPJ, endereço físico e se divulga contato para que clientes tirem dúvidas. No site da fundação, há uma lista de sites não recomendados, que pode ser consultada a qualquer momento. 

Outro ponto importante é duvidar de preços muito abaixo do mercado. Isso pode indicar golpes, fraudes ou que o produto é falsificado. Além disso, não é indicado responder mensagens de publicidade ou então acessar links enviados por mensagem de texto, WhatsApp ou e-mail.

“Antes de fazer sua compra, entre no site do Procon-SP e consulte informações sobre a empresa; verifique também o site receita.fazenda.gov.br. É interessante checar a política de pós-venda da empresa e, além disso, trocar a sua senha regularmente para evitar clonagens”, alerta Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

Caso a compra já tenha sido feita, o Código Defesa do Consumidor garante a devolução do item em até sete dias depois da compra ou da entrega, sem nenhuma cobrança e com cancelamento registrado por escrito. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos