Diadema adia pagamento de IPTU por causa do impacto do coronavírus

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de Diadema (Grande SP), gestão Lauro Michels (PV), adiou a cobrança das parcelas do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) dos meses de maio, junho, julho e agosto. Os vencimentos serão prorrogados para os meses seguintes, setembro, outubro, novembro e dezembro.

A medida foi tomada por causa do impacto econômico provocado pela pandemia de coronavírus.

O projeto de lei, de autoria do prefeito, foi aprovado pela Câmara Municipal em sessão extraordinária realizada na última quarta-feira (20).

"Essa foi a forma que encontramos de colaborar com as pessoas e empresas que tiveram redução de receitas nesse período e, ao mesmo tempo, de buscar manter a receita do município. Então, estamos prorrogando as parcelas", explicou Michels.