Dilma registra queda na aprovação e intenção de votos, diz Datafolha

5 Abr (Reuters) - A aprovação do governo da presidente Dilma Rousseff caiu cinco pontos em abril na comparação com fevereiro e atingiu 36 por cento, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada neste sábado, que mostrou também queda na intenção de votos mas que ainda assim ela seria reeleita no primeiro turno.

A popularidade de Dilma vinha mostrando recuperação após os protestos de junho do ano passado, quando chegou a 30 por cento, mas voltou a cair no início deste mês depois de ter se mantido em 41 por cento em novembro de 2013 e fevereiro deste ano.

A pesquisa ainda mostrou que o percentual dos que consideram seu governo regular subiu de 37 por cento em fevereiro a 39 por cento em abril. Entre os entrevistados que consideram sua gestão ruim ou péssima, a taxa passou de 21 por cento para 25 por cento neste mês, o mesmo que no final de junho.

Houve uma piora em relação à perspectiva sobre a inflação, com 65 por cento dos entrevistados acreditando que ela vai aumentar, contra 59 por cento em fevereiro. Já a parcela dos que acreditam que ela vai cair diminuiu 3 pontos, para 6 por cento.

Em relação às intenções de voto, houve uma queda de seis pontos para a presidente Dilma no principal cenário eleitoral, mas ainda assim a pesquisa aponta que ela seria reeleita no primeiro turno. Isso porque os principais adversários não cresceram.

O Datafolha apontou que a candidata do PT atingiu 38 por cento das intenções de voto, ante 44 por cento na pesquisa de 19 e 20 de fevereiro.

Aécio Neves, do PSDB, teria 16 por cento, sem alterações ante a pesquisa anterior. Eduardo Campos, dos PSB, registrou avanço de apenas um ponto e atingiu 10 por cento das intenções de voto.

Nos cinco cenários testados, a única que forçaria segundo turno seria a ex-senadora Marina Silva, do PSB, com 27 por cento dos votos, quatro pontos a mais do que em fevereiro. Ela fica 12 pontos atrás de Dilma.

A pesquisa foi realizada em 2 e 3 de abril e foram entrevistadas 2.637 pessoas em 162 municípios. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

(Texto de Camila Moreira)

Carregando...

Últimos Vídeos

Siga o Yahoo