Dilma Rousseff se emociona em primeira ida ao Planalto após impeachment

Petista acompanhou a cerimônia de posse do presidente Lula e foi uma das personalidades mais assediadas pelos presentes

Dilma Rousseff em viagem à França, em março de 2020. (Foto:  REUTERS/Charles Platiau)
Dilma Rousseff em viagem à França, em março de 2020. (Foto: REUTERS/Charles Platiau)

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) voltou a pisar no Palácio do Planalto pela primeira vez, neste domingo (1°), após sofrer impeachment, em agosto de 2016. O jornalista Bernardo Mello Franco, do jornal O GLOBO, disse que a petista se emocionou com o retorno após a cassação.

Ela participou da cerimônia de posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que ocorreu nesta tarde, em Brasília. Segundo o colunista, Dilma foi uma das personalidades mais assediadas pelos convidados da posse do seu padrinho político.

Ela circulou entre parlamentares, ministros do novo governo e funcionários, que de acordo com o jornalista, pediram para tirar selfies ao seu lado. Dilma, que não quis dar entrevista, afirmou a Franco que se comoveu com a cerimônia de posse e o momento da passagem da faixa. "Foi muito forte. Muita emoção. Um momento histórico", disse ao colunista.

A nova ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, recebeu atenção especial da ex-presidente. "Ela me desejou muita força e disse que minha estrela vai brilhar", disse à coluna a nova ministra.