Aos 73 anos, ex-presidente Dilma Rousseff recebe primeira dose da Coronavac e pede "vacina para todos"

·2 minuto de leitura
Dilma Roussef (PT) celebra após receber primeira dose da CoronaVac - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Dilma Roussef (PT) celebra após receber primeira dose da CoronaVac - Foto: Reprodução/Redes Sociais

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) publicou uma foto nesta segunda-feira (22) celebrando o fato de ter sido imunizada com a primeira dose da CoronaVac, imunizante contra Covid-19 desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

"Vacinada. Primeira Dose de Coronavac. Vacinem-se. Cuidem-se. #VacinaParaTodos #VacinaJa #VacinaCovid", escreveu a petista em uma rede social.

Leia também:

Aos 73 anos, a ex-presidente recusou convite para se imunizar antecipadamente, em uma iniciativa que estava sendo cogitada pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em janeiro e que não avançou.

À época, ela falou que não poderia "furar a fila" da vacinação que, desde o início, avança em ritmo lento no Brasil. A imunização vacilante e com poucas doses ao redor de todo o país é uma das críticas mais recorrentes realizadas à gestão Jair Bolsonaro (sem partido) na condução da crise sanitária. 

"Agradeço, mas diante das circunstâncias tenho o dever de recusar a oferta, por razões éticas e de justiça", disse Dilma em nota publicada em seu site. "O Plano Nacional de Vacinação deve ser respeitado e, se é certo que a vacinação já começou, não há montante de vacinas disponível para que eu, agora, seja beneficiada", completou.

Butantan entrega novo lote com um milhão de doses da CoronaVac

O Instituto Butantan entregou nesta segunda-feira um novo carregamento, com 1 milhão de doses da CoronaVac, ao Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. Agora, ao todo já são 25,6 milhões de doses do imunizante entregues à pasta que ainda é chefiada pelo general Eduardo Pazuello

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) garantiu que o Butantan cumprirá a promessa de entregar 46 milhões de doses do imunizante ao Ministério da Saúde até abril. 

"Até o final do próximo mês de abril, serão 46 milhões de doses da vacina do Butantan e esta confirmação deste total, com os insumos e com a produção, está confirmada. Portanto, até o final de abril, serão 46 milhões de doses da vacina do Butantan, e hoje celebramos a entrega do total de 25,6 milhões de doses da vacina", afirmou o tucano durante o evento da entrega do carregamento nesta segunda.