Diniz reviu conceitos e deixou o Fluminense mais forte

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Fernando Diniz, em ação pelo Fluminense. Foto: Jorge Rodrigues/AGIF (Jorge Rodrigues/AGIF)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Fluminense passou bem pelo Cruzeiro e garantiu presença nas quartas-de-final da Copa do Brasil. As duas vitórias mostraram a superioridade do Flu, num crescimento consolidado do time de Fernando Diniz. O cenário positivo aumenta com o acréscimo da boa campanha na Série A do Brasileiro.

O blog sempre foi "Dinizista", com admiração pelo trabalho do técnico, sem deixar de apontar falhas contínuas. A principal era a falta de recomposição e ajuste defensivo. Diniz vencia a disputa de "posse de bola" quase sempre, com domínio do jogo. No entanto, sem a bola, suas equipes naufragavam com generosos espaços para os contra-ataques adversários. Não foram poucas as vezes que Diniz saiu derrotado, mesmo com o controle da partida. Afinal, bons resultados precisam acompanhar bons desempenhos. Seus críticos aumentavam o tom quando Diniz perdia, mesmo que o confronto fosse desigual.

Leia também:

Agora, parece que Diniz entende que o futebol total apresentado desde a época do Audax, seja total mesmo, ofensiva e defensivamente. Mais equilibrado, o Fluminense sufoca e se previne, confirmando a nova fase de Diniz.

Óbvio que o Flu pode passar em branco por títulos nos dois torneios. Na Série A, está em quinto lugar com 27 pontos, três atrás do líder Palmeiras. Só que o nível tricolor subiu, chamando a atenção dos seus oponentes. O Fluminense, parece, tem tudo para ficar no G5, ao final da competição.

Aos 48 anos, Diniz precisa de uma faixa no peito. Se vier num certame nacional, terá trabalho por longo tempo no futebol brasileiro. Se demorar, ficará com o rótulo de bons trabalhos, sem conquistas. Ainda fico com a primeira opção.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos