Direto da praia, vereadores entram em votação para aumentar próprios salários

Dois vereadores de Jataízinho, no Paraná, participaram remotamente, da praia, de votação sobre aumento de salário

Vereadores estavam na praia, mas votaram pelo aumento do próprio salário (Reprodução)
Vereadores estavam na praia, mas votaram pelo aumento do próprio salário (Reprodução)

- Da praia, dois vereadores votaram pelo aumento em quase 6% do próprio salário;

- Situação ocorreu com parlamentares do município de Jataízinho, no Paraná. Em sessão legislativa, vereadores votavam o reajuste de servidores, dos parlamentares, além do prefeito e vice.

- Texto foi aprovado com manifestação favorável dos dois que participaram por chamada de vídeo, enquanto conversavam com terceiros na praia.

Dois vereadores do município de Jataízinho, no Paraná, participaram de uma sessão que decidia sobre aumentos salariais deles remotamente, enquanto aproveitavam uma praia.

Por chamada de vídeo, Antônio Brandão (PDT) e Bruno Barbosa (Cidadania) participavam de uma votação sobre o reajuste nos salários dos servidores fixos e comissionados, além do pagamento oferecido aos vereadores, prefeito e vice-prefeito da cidade. Na tela, eles aparecem debaxo de um guarda-sol aproveitando o mar de Balneário Camboriú (SC). Os outros vereadores estiveram presencialmente na Câmara Municipal.

Enquanto a discussão ocorria, os dois parlamentares conversavam entre si e com outras pessoas, na praia, com o microfone mutado.

Na vez deles, ambos foram favoráveis ao texto, que foi aprovado. As informações são do portal UOL.

O aumento foi sancionado pelo prefeito Wilson Fernandes (PDT), com reajuste de 5,93% para os vereadores, que receberão R$ 5.470,28. Ajuste é um pouco maior do que a inflação de 2022, que foi de 5,79%, segundo o IPCA. O presidente da Câmara receberá R$ 7.079,19.

Confira os salários aprovados:

CARGO

COMO ERA

COMO FICOU

VEREADORES

R$ 5.164,06

R$ 5.470,28

PRESIDENTE DA CÂMARA

R$ 6.682,90

R$ 7.079,19

PREFEITO

R$ 18.226,07

R$ 19.306,87

VICE-PREFEITO

R$ 7.897,96

R$ 8.366,31

De acordo com apuração do UOL, na ata consta que os dois participaram da sessão legislativa de forma “remota”.

Após a votação, os parlamentares continuaram na conferência de vídeo tentando participar de outras discussões que ocorriam presencialmente na Câmara.

Nada irregular

A uma emissora local, filiada à Rede Globo, o diretor da Câmara de Jataizinho, Sando Juliano Fidelis, apontou que uma resolução de 2020 permite a participação remota de parlamentares. A medida ocorreu por conta da pandemia de Covid-19.

Já o vereador Antônio Brandão disse não ter havido nenhuma irregularidade na votação direto da praia.

"Eu e o vereador Bruno participamos dessa maneira para cumprir com nosso dever, ainda mais porque discutimos projetos importantes. Não há nenhuma ilegalidade nisso".