Diretor cai de barco e engrossa lista de russos mortos sob circunstâncias misteriosas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O diretor de uma importante corporação da Rússia foi encontrado morto nesta segunda-feira (12) após cair de um barco em movimento no mar da região de Primorie, no extremo leste do país, acrescentando mais um nome à lista de oligarcas do setor energético mortos sob circunstâncias misteriosas.

Ivan Petchorin, 39, ficou desaparecido por dois dias depois do suposto acidente ocorrido no mar do Japão, próximo à fronteira entre Rússia e Coreia do Norte, segundo o portal russo VL. Petchorin havia sido escolhido a dedo pelo presidente Vladimir Putin para comandar a KDRV, uma das principais empresas de mineração do país.

Ele agora é o segundo executivo da companhia a morrer em um ano, e entrou para a lista crescente de oligarcas russos mortos desde o início da Guerra da Ucrânia. No início deste mês, Ravil Maganov, presidente do conselho de administração da Lukoil, gigante de petróleo da Rússia que se manifestou contra a invasão, morreu após cair da janela do sexto andar de um hospital em Moscou.

Um dia depois que a Rússia invadiu a Ucrânia, em fevereiro, um executivo da Gazprom, Alexander Tiulakov, foi encontrado morto em sua garagem perto de São Petersburgo. Em abril, Serguei Protosenia, ex-gerente da Novatek, foi encontrado morto com sua esposa e filha numa vila na Espanha. No mesmo mês, o corpo do ex-vice-presidente do Gazprombank, Vladislav Avaev, foi encontrado em seu apartamento em Moscou.