Diretor da CIA diz que cerca de 15 mil russos morreram em guerra na Ucrânia

Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu (primeiro à direita), inspeciona unidades das forças russas envolvidas na Ucrânia

ASPEN, Colorado (Reuters) - Os Estados Unidos estimam que as perdas russas na Ucrânia até agora chegaram a cerca de 15 mil mortos e possivelmente 45 mil feridos, disse o diretor da CIA William Burns nesta quarta-feira, alertando que Kiev também tem sofrido baixas significativas.

"As estimativas mais recentes da comunidade de inteligência dos EUA são algo em torno de 15 mil mortes (nas forças russas) e talvez três vezes mais feridos. Portanto, um conjunto bastante significativo de perdas", disse Burns no Fórum de Segurança de Aspen, no Colorado.

"E os ucranianos também sofreram - provavelmente um pouco menos do que isso. Mas... baixas significativas."

(Reportagem de Phil Stewart; reportagem adicional de Jonathan Landay)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos