Diretor de 007 lembra estupro cometido por James Bond na saga

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Scottish actor Sean Connery and American actress Molly Peters on the set of Thunderball. (Photo by Sunset Boulevard/Corbis via Getty Images)
Sean Connery e Molly Peters em diálogo de "007 contra a Chantagem Atômica" que antecede cena de estupro (Foto de Sunset Boulevard/Corbis via Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Cary Fukunaga, diretor de "Sem Tempo Para Morrer", lembrou estupro cometido por James Bond na saga

  • Em cena de "007 contra a Chantagem Atômica" (1965), o agente secreto não respeita o "não" da enfermeira interpretada por Molly Peters

  • "Isso não funcionaria hoje", criticou o cineasta

Como até muitos fãs reconhecem, a saga 007 teve muitos momentos misóginos em seus 24 filmes. Cary Fukunaga, diretor de "Sem Tempo Para Morrer", 25º da franquia, lembrou em entrevista recente o que talvez tenha sido o pior deles: o estupro protagonizado por Sean Connery como James Bond nos anos 1960.

Em conversa com o Hollywood Reporter, o cineasta comentava cenas problemáticas da franquia quando se lembrou do momento lamentável. "É em 'Thunderball' ['007 contra a Chantagem Atômica'] ou 'Goldfinger' ['007 contra Goldfinger'] onde, tipo, basicamente o personagem de Sean Connery estupra uma mulher? Ela fica tipo 'Não, não, não' e ele, 'Sim, sim, sim'. Isso não funcionaria hoje", disse o ator.

Leia também:

Fukunaga se refere a um momento de "007 contra a Chantagem Atômica" (1965), no qual o agente secreto não respeita o "não" da enfermeira interpretada pela atriz Molly Peters. No diálogo, o personagem de Sean Connery diz: “acredito que o meu silêncio pode ter um preço”. A enfermeira responde: “Você não quer dizer… Ah não”. E Bond responde: “Ah sim”.

Após o diálogo, o personagem de Connery empurra a enfermeira numa sauna e tira as suas roupas. A cena é cortada, o que não diminui o impacto negativo do filme. "Sem Tempo Para Morrer", que estreia em 30 de setembro nos cinemas, contará com Phoebe Waller-Bridge, estrela de "Fleabag", como uma das roteiristas e terá a atriz Lashana Lynch no papel de Naomi, primeira agente 00 mulher.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Recentemente, Daniel Craig, atual intérprete de James Bond, afirmou que o seu personagem não deveria ser interpretado por mulheres. "Por que uma mulher deveria interpretar James Bond quando deveria haver um papel tão bom quanto James Bond, mas para uma mulher?", questionou o ator em entrevista ao The Radio Times. "Deveria haver papéis melhores para as mulheres", completou o astro, protagonista de cinco filmes da franquia.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos