Diretor do Goiás revela que China não empolga Michael

Michael já tem nove gols no Brasileirão (Heber Gomes/Agif)

Onde Michael vai jogar em 2020? A pergunta, que interessa a torcedores de vários times grandes do Brasil, ainda segue sem resposta. Mas Túlio Lustosa, diretor de futebol do Goiás, tem uma impressão importante: “Não me parece que o Michael quer jogar na China”, afirma.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

O atacante de 23 anos já recebeu oferta oficial de um time chinês, disposto a gastar 10 milhões de euros (R$ 46,7 milhões). O Goiás, porém, respondeu que quer os 15 milhões de euros da multa rescisória.

Leia também:

De qualquer maneira, apesar da chance de multiplicar em muitas vezes seu salário, Michael teme que a ida para o outro lado do mundo atrapalhe sua evolução. Assim, crescem as chances de um clube brasileiro ficar com um dos maiores candidatos à revelação do Campeonato Brasileiro.

O nome de Michael foi especulado nos últimos dias no Flamengo e no Palmeiras e a multa rescisória para clubes nacionais é de R$ 55 milhões. “Não recebemos nada oficial desses dois clubes. Só especulação mesmo”, explica Túlio.

Porém, tanto Flamengo, quanto Palmeiras e outros brasileiros já foram avisados que o Goiás não aceitará envolver jogadores numa negociação. “Queremos o dinheiro para investir na montagem do time da maneira como quisermos”, explica Túlio, assegurando que o Esmeraldino vai fechar no azul em 2019 mesmo sem a venda de Michael.

Vale lembrar que o Goiás é dono de 75% dos direitos econômicos do atacante, que mudou radicalmente seu comportamento. De garoto rebelde, que causava fora dos campos, Michael se transformou em um dos mais disciplinados. “Ele entrou para a igreja e hoje é um exemplo para os demais”, finaliza.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter