Diretor de Em Ritmo de Fuga fará sci-fi irônica sobre androide com sentimentos

Laísa Trojaike

Depois de Todo Mundo Quase Morto (2004), Chumbo Grosso (2007), Scott Pilgrim Contra o Mundo (2010) e principalmente Em Ritmo de Fuga (2017), o nome Edgar Wright já se tornou sinônimo de qualidade. Enquanto seu novo filme, o thriller psicológico Last Night in Soho, e a animação Shadows seguem em fase de pós-produção, o realizador adicionou uma ficção científica na sua lista de projetos.

Segundo informações do The Hollywood Reporter, Wright já estaria atrelado à adaptação do romance Set My Heart to Five, de Simon Stephenson, que será lançado em 28 de maio de 2020. Distópico, metalinguístico e satírico, o livro e Wright parecem ter sido feitos um para o outro.

Edgar Wright dirigindo Ansel Elgort no set de Em Ritmo de Fuga (Imagem: Sony Pictures)

A história, ambientada em 2054, acompanha Jared, um androide que trabalha como odontologista e que passa por um despertar emocional desencadeado por uma introdução aos filmes dos anos 1980 e 1990. Então, ele embarca em uma missão para convencer os humanos de que ele e seus semelhantes devem ter permissão para sentir. É uma busca que leva a uma aventura inesquecível na costa oeste dos EUA, determinado a se encontrar com o programador que o criou e escrever um roteiro de filme que mudará o mundo.

O autor do livro já está na equipe para escrever o roteiro adaptado sob produção da Working Title Films. A Focus Features ficará responsável pela distribuição. Não há certeza, no entanto, de que a adaptação de Set My Heart to Five será o próximo filme de Wright, já que uma sequência de Em Ritmo de Fuga está sendo planejada pela Sony Pictures.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: