Diretor de 'Não Olhe para Cima' critica Bolsonaro após PT ser comparado a cometa

·1 min de leitura

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - O diretor de "Não Olhe para Cima", Adam McKay, fez uma crítica ao presidente Jair Bolsonaro numa mensagem que publicou no Twitter na noite deste domingo.

"Bolsonaro certamente pediria que as pessoas não olhassem para cima", escreveu, numa referência ao próprio filme, sobre um cometa que se aproxima da Terra e ameaça a humanidade na trama em que a chefe de Estado, interpretada por Meryl Streep, pede que a população não acredite nos astrônomos.

A publicação de McKay surgiu como resposta a um artigo que Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil, publicou no jornal O Globo comparando o PT ao cometa do filme. "Olhe para cima. Ao fazer isso e pensar no dia seguinte da eleição, não optará pelo cometa do PT", escreveu.

O terceiro filme mais visto da história da Netflix, "Não Olhe para Cima" despertou comparações com a política brasileira desde que estreou, em dezembro. Para boa parte dos internautas, a personagem de Streep pode ser comparada a Bolsonaro, que vem desacreditando a ciência desde o início da pandemia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos