Diretora de comunicações do Uber deixará empresa

SÃO PAULO (Reuters) - O serviço de transporte urbano por aplicativo Uber Technologies disse na terça-feira que sua diretora de comunicações, Rachel Whetstone, deixará a companhia.

A saída de Whetstone ocorre uma semana após dois executivos de alto escalão anunciarem planos de deixar a empresa.

Recentemente, o Uber vem se deparando com pedidos de boicote ao serviço e promovendo mudanças na gestão após uma série de revelações sobre a cultura e a tática de negócios da companhia.

Em fevereiro, uma ex-engenheira da empresa publicou um texto de blog descrevendo o Uber como um local de trabalho em que assédio sexual era comum e ficava impune.

O caso motivou a abertura de uma investigação interna liderada pelo ex-procurador-geral dos EUA, Eric Holder.

(Por Divya Grover, em Bangalore)