Diretores da Anvisa relatam ameaças de morte caso autorizem vacina contra Covid para crianças

·1 min de leitura
Seringas com doses da vacina

BRASÍLIA (Reuters) - Os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) receberam ameaças de morte enviadas por email caso autorizem o uso de vacinas contra a Covid-19 para crianças entre 5 e 11 anos, informou o órgão em nota nesta sexta-feira.

"Diante da gravidade do fato, a Anvisa informa que oficiou imediatamente às autoridades policiais e ao Ministério Público, nos âmbitos Federal, Estadual e Distrital, entre outras, para adoção das medidas cabíveis", disse a agência sanitária em nota.

Na quarta-feira, a Pfizer informou que irá pedir à Anvisa autorização para aplicação da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório com a parceira BioNTech em crianças de 5 a 11 anos.

Um dia antes, painel de especialistas aprovou recomendação à Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) para autorizar o uso da vacina contra a Covid-19 em crianças entre 5 e 11 anos, dizendo que os benefícios do imunizante superam os riscos. Atualmente, a vacina da Pfizer já tem sido usada no Brasil e em outros países para adolescentes de 12 anos ou mais.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos