Dirigente diz que Salah não disputará a Copa do Mundo de 2018: “grande tristeza”

De acordo com o presidente da Autoridade Esportiva Geral e do Comitê Olímpico da Arábia Saudita, Turki Al-Sheikh, Mohamed Salah não poderá disputar a Copa do Mundo de 2018.

Homem forte no futebol saudita, e decisivo inclusive pela chegada do técnico Fábio Carille ao Al-Wehda, Turki Al-Sheikh também tem fortes ligações com o futebol egípcio, onde inclusive já foi presidente honorário do Al-Ahly. E, neste domingo (27), escreveu garantindo que o craque do Liverpool não disputará o torneio na Rússia.

“É com grande tristeza que o nosso grande craque árabe, Mohamed Salah, teve confirmada sua ausência por dois meses graças a lesão, o que significa que ele vai perder a Copa do Mundo”, disse em post no Facebook. “Desejamos uma rápida recuperação”.

Real Madrid Mohamed Salah Liverpool Champions League 2018
(Foto: Getty Images)

“Acho que o Liverpool não vai permitir que Salah tome a cortisona porque é perigoso, a longo termo, para o jogador e vai apressar muito um tratamento de dois meses, que infelizmente significa que não veremos Mohamed Salah na Copa do Mundo”.

Vale lembrar que o Egito está no Grupo A, ao lado exatamente da Arábia Saudita – além de Rússia e Uruguai. Turki Al-Sheikh já causou polêmica ao sugerir, em seu Twitter, que Salah não entrasse em campo contra o seu país, algo que explicou depois: “no Twitter eu escrevo como torcedor, e não como ministro”.

A afirmativa de Turki Al-Sheikh vai contra as primeiras informações dadas pela federação egípcia, que mantém a esperança de contar com Salah no Mundial. Por enquanto, a dúvida permanece.