Dirigentes de gestões antiga e atual do Flamengo vão à Alerj para CPI dos Incêndios

Marcello Neves

Uma semana após a primeira sessão da 'CPI dos Incêndios', a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro conseguiu reunir dirigentes da antiga e atual gestão do Flamengo para ficarem frente a frente com as famílias das vítimas da tragédia do Ninho do Urubu, que completou um ano no último dia 8. A única ausência foi do presidente Rodolfo Landim, que está em Brasília, mas que foi representado pelo vice-presidente jurídico do clube, Rodrigo Dunshee de Abranches.

Também da atual gestão, estiveram presentes o CEO, Reinaldo Belotti, o vice-presidente de administração, Jaime Correa da Silva, e o vice-presidente de futebol, Marcos Braz — este que sequer foi intimado, mas se apresentou à Alerj de forma voluntária. Vale lembrar que a Polícia Civil recebeu o pedido do órgão para realizar condução coercitiva aos dirigentes que não estivessem presentes.

Da antiga gestão, o ex-CEO Fred Luz chamou atenção ao afirmar que a NHJ dava garantias que os contêiners fossem usados como dormitórios, mas que isso não está documentado, era apenas uma declaração informal.

— Não tínhamos motivo para acreditar que aquele tipo de alojamento era inadequado — declarou.

Ex-vice-presidente de patrimônio do Flamengo, Alexandre Wrobel, afirma que não sabia que o CT funcionava sem a permissão da prefeitura. Alexandre disse ainda que soube, um mês após a tragédia, que o clube solicitou a mudança dos contêineres, mas que a troca foi negada pela empresa responsável pelos módulos.

— O que posso garantir das tarefas da minha área, é que: licenças de obra, todas rigorosamente em dia, no CT 1 e 2 e no Morro da Viúva. Com relação a obras, efetivamente ‘minha responsabilidade, tudo em ordem. Na minha pasta, tivemos todo cuidado e zelo — afirmou.

Entre os familiares das vítimas, estiveram presentes Darlei Pisetta, pai de Bernardo; Cristiano Esmerio, pai de Christian; Wanderlei Dias e Alba Valéria, pais de Jorge Eduardo; e Wedson Candido e Sara Matos, pai e mãe de Pablo Henrique.