Discord desiste de trazer criptoativos para sua plataforma

·2 min de leitura
REUTERS/Dado Ruvic/Illustration
REUTERS/Dado Ruvic/Illustration
  • Após intensas críticas por parte de seus usuários, a plataforma parece ter voltado atrás em sua ideia

  • Reclamações foram abrangentes, indo desde preocupações com segurança, quanto com questões ambientalistas

  • Segundo a empresa, imagem divulgada pelo CEO não era oficial e fazia parte de um hackathon realizado pela empresa

Na segunda-feira (08), Discord, programa que disponibiliza salas para troca de mensagens e chamadas de áudio e vídeo, anunciou uma possível adição de carteiras digitais e tokens não fungíveis (NFTs) na plataforma.

Muito popular no mundo tecnológico e gamer, Jason Citron, CEO da companhia, provavelmente pensou que esta seria uma boa jogada de marketing.

No entanto, logo após o anúncio, diversos usuários foram às redes sociais protestar contra a novidade, levantando diversas questões, como a quantidade de golpes financeiros que já existem na plataforma e os impactos que a novidade traria para o meio ambiente, além de muitos cancelarem suas assinaturas.

Leia também:

Problema ambiental e medo de hackers

Nos últimos meses, a quantidade de energia elétrica necessária para processar esses ativos digitais, e também para extrair criptomoedas, tem estado em destaque na mídia, devido a preocupações gerais com o futuro do meio ambiente.

Outro medo da comunidade é a possibilidade de falhas na segurança digital da plataforma. No mês passado, um hacker conseguiu acessar a conta de um moderador da plataforma, o que lhe deu acesso ao servidor comunitário deles. Lá, ele se passou pelo moderador e compartilhou um link pedindo criptomoedas Ethereum.

Ontem, na quarta-feira, Citron afirmou em suas redes que não há planos concretos de implementar essas mudanças.

"Por enquanto, estamos focados em proteger os usuários de spam, golpes e fraudes. O Web3 tem muitos problemas bons, mas também muitos problemas que precisamos resolver em nossa escala", disse ele no Twitter.

Segundo a empresa, a imagem compartilhada pelo CEO fazia parte de um projeto de hackathon da comunidade, e não era oficial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos