Disney+ está desenvolvendo série derivada de 'Pantera Negra'

·2 minuto de leitura
O grande sucesso mundial 'Pantera Negra' (2018), estrelado pelo falecido Chadwick Boseman, foi bem recebido pela crítica e pelo público

A Disney está desenvolvendo uma série de TV derivada de "Pantera Negra", ambientada no fictício reino africano de Wakanda, como parte de um novo contrato de cinco anos com o diretor Ryan Coogler, anunciou a empresa nesta segunda-feira (1º).

O grande sucesso mundial "Pantera Negra", filme estrelado pelo falecido Chadwick Boseman, foi adorado pela crítica e pelo público. Tornou-se o primeiro longa de quadrinhos indicado a Melhor Filme no Oscar e arrecadou mais de 1 bilhão de dólares em todo o mundo.

Também foi considerado um grande passo na representação negra em Hollywood, com um elenco predominantemente negro e Coogler como roteirista e diretor. Ele está ainda supervisionando uma sequência prevista para o próximo ano.

"Ryan Coogler é um contador de histórias único cuja visão e alcance o tornaram um dos cineastas de destaque de sua geração", disse o presidente executivo da Disney, Bob Iger, em um comunicado.

"Com 'Pantera Negra', Ryan deu vida a uma história inovadora e personagens icônicos de uma forma real, significativa e memorável, criando um momento cultural divisor de águas."

A Proximity, empresa de Coogler, desenvolverá uma "ampla variedade" de projetos para o serviço de streaming Disney+ e outros setores dos vastos estúdios da casa do Mickey.

A série de Wakanda, ainda sem título, é a mais recente de uma enorme leva de programas da Disney+ que se passam no mundo dos blockbusters de super-heróis da Marvel.

Em uma apresentação para investidores em dezembro, a Disney anunciou que "cerca de 10 séries da Marvel" chegarão ao serviço de streaming nos "próximos anos".

Outras incluíam "Secret Invasion", protagonizada por Samuel L. Jackson, "Ironheart" com Dominique Thorne e "Armor Wars" com Don Cheadle.

"WandaVision", o primeiro lançamento do "universo" da franquia Marvel em quase dois anos devido aos atrasos causados pela pandemia, está atualmente disponível no Disney+.

Segundo a empresa, Boseman, que morreu de câncer em agosto de 2020, não será substituído no papel principal de "Pantera Negra" na sequência do filme.

"Sua interpretação de T'Challa, o Pantera Negra, é icônica e transcende qualquer iteração do personagem em qualquer outro meio do passado da Marvel - e é por essa razão que não vamos colocar outro ator no papel", explicou o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, no evento para investidores.

amz/jm/ic/mvv