Dispensas no Corinthians não vão se resumir a Sidcley

Jorge Nicola
·2 minuto de leitura
Boselli é um dos atletas com filme bem queimado no Corinthians (Rodrigo Coca/Corinthians)
Boselli é um dos atletas com filme bem queimado no Corinthians (Rodrigo Coca/Corinthians)

O Corinthians anunciou nesta sexta-feira que Sidcley foi dispensado e não faz mais parte do elenco. “E não vai parar por aí”, avisa um importante dirigente alvinegro, em contato com o Blog. Enfurecida com o desempenho do time, a diretoria do Timão promete mais medidas pesadas para os próximos dias.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

E nomes importantes estão numa lista de prováveis dispensas. O atacante Boselli, por exemplo, certamente não terá seu contrato renovado. O vínculo termina em 31 de dezembro e a cúpula corintiana está totalmente insatisfeita com seu desempenho e custo - o argentino está entre os mais caros do elenco.

Leia também:

Não descarta-se, inclusive, que ele também passe a treinar afastado do restante dos jogadores, como ocorrerá com Sidcley até o fim deste ano, quando acaba o período de empréstimo junto ao Dínamo de Kiev. O clube ucraniano não aceitou seu retorno antes da data combinada e o Timão terá de seguir bancando seus salários.

Outro nome badalado no Parque São Jorge que está bastante queimado com a diretoria é Luan. Comprado em janeiro por R$ 23 milhões - o negócio ficou R$ 1 milhão mais caro porque o Corinthians atrasou o pagamento -, o meia é considerado preguiçoso. “Já decidimos colocá-lo à venda. E topamos inclusive ter até algum prejuízo desde ele saia”, afirma o dirigente, irritado.

Nem Cássio, principal ídolo do elenco, vai escapar. “Ele deve ir para o banco muito em breve”, assegura a fonte, acrescentando uma informação importante: “O Vagner Mancini tem carta branca para mexer com quem quiser. Independentemente da fama, das conquistas...”

A crise corintiana foi agravada depois da derrota por 1 a 0 para o América-MG, na última quarta-feira, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Para não ser eliminado, o Timão terá de vencer o Coelho em Belo Horizonte na próxima quarta-feira por dois ou mais gols de diferença. Em caso de triunfo simples do Corinthians, a decisão da vaga irá para os pênaltis.