Disputa para suceder Johnson como primeiro-ministro começa com oito candidatos

Ex-ministro das Finanças Rishi Sunak

Por Elizabeth Piper e Alistair Smout e Andrew MacAskill

LONDRES (Reuters) - Oito membros do Partido Conservador estarão na disputa para suceder Boris Johnson como líder do partido e primeiro-ministro do Reino Unido, após conseguirem indicações suficientes de seus colegas para chegar à primeira rodada de votações na quarta-feira.

Apenas dois aspirantes não conseguiram as 20 indicações necessárias. Haverá uma ampla lista de candidatos buscando o apoio do partido com promessas de cortes de impostos e de realizar um governo sério e honesto, em contraste com Johnson, forçado a anunciar que renunciaria após uma série de escândalos.

O ex-ministro das Finanças Rishi Sunak é o favorito das casas de apostas. Entre seus adversários, estão o seu sucessor, Nadhim Zahawi, e a ministra das Relações Exteriores, Liz Truss, no que está se tornando uma disputa cada vez mais nervosa e divisiva.

Penny Mordaunt, uma ministra do Comércio também é fortemente cotada. A procuradora-geral Suella Braverman; o ex-ministro da Saúde e Relações Exteriores Jeremy Hunt; Tom Tugendhat, presidente do comitê de relações exteriores do Parlamento; e Kemi Badenoch, ex-ministro que está angariando apoio da ala direita do partido, são os outros candidatos a entrar no primeiro turno da disputa.

O próximo líder britânico encarará um cenário assustador e queda no apoio aos conservadores, segundo as pesquisas.

A economia britânica passa por inflação galopante, alta dívida e baixo crescimento, com as pessoas sofrendo com o maior aperto às suas finanças em décadas, e tudo no contexto de uma crise de energia exacerbada pela guerra na Ucrânia que fez o preço dos combustíveis dispararem.

O Comitê 1922, de membros conservadores do Parlamento, que está organizando a disputa, diz que a lista será reduzida em breve com várias votações nas próximas semanas, com os últimos dois candidatos selecionados por menos de 200.000 membros do partido até 21 de julho.

O vencedor, e novo primeiro-ministro do Reino Unido, será anunciado em 5 de setembro.

(Reportagem adicional de William James e Andrew MacAskill)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos