'Disseram que ia acabar com minha carreira', diz Amber Heard sobre bissexualidade

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Recentemente separada de Johnny Depp, a atriz Amber Heard, 30, falou sobre sua bissexualidade nesta sexta-feira (24), em Nova York.

Ela relembrou o furor causado em 2010, depois que levou sua então namorada a um evento, surpreendendo muita gente.

"Toda vez que ouço alguém comentando sobre eu ter me assumido, eu acho engraçado, porque eu nunca escondi [o fato de ser bissexual]. Em parte porque eu sou muito teimosa, eu acho, e também porque eu não sentia que era algo errado", disse.

"Afetou a minha carreira, foi difícil. Mas eu fiz aquilo [assumir seu relacionamento] mesmo quando todos me falaram que isso iria acabar com a minha carreira."

Segundo Amber, diretores chegaram a questioná-la se ela seria capaz de interpretar uma mulher heterossexual em um filme romântico. "Eu revirei os olhos e disse 'me olhe fazendo'. E eu fiz", contou.