Distúrbios no Cazaquistão deixam mais de 160 mortos e 6.000 detidos

Os distúrbios no Cazaquistão após o aumento no preço do gás deixaram mais de 160 mortos e cerca de 2.000 feridos. Os números são do governo cazaque, que afirmou, neste domingo, que a a situação no país 'está se estabilizando e sob controle das autoridades'.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos