Distúrbios no Parlamento de Gana após eleição histórica da oposição

·1 minuto de leitura
Militares ganeses no Parlamento durante uma disputa entre deputados na eleição do presidente da câmara, em Accra

O Exército de Gana interveio na noite de quarta-feira (6) no Parlamento para acalmar os confrontos entre os deputados que elegeram, pela primeira vez na história do país, um membro da oposição como representante.

Alban Bagbin, deputado do partido da oposição Congresso Nacional Democrático (NDC, nas siglas em inglês), foi eleito com 138 votos contra 136 do candidato do Novo Partido Patriótico, o partido do presidente Nana Akufo Addo, reeleito para um segundo mandato em dezembro.

"Aceito con humildade o privilégio que me é oferecido de presidir o 8º Parlamento da 4ª República de Gana", declarou Alban Bagbin.

O Parlamento está dividido entre os dois partidos principais, cada um com 137 cadeiras, e um candidato independente. Um dos votos foi considerado inválido e um membro eleito do partido governante votou supostamente a favor da oposição.

O Exército de Gana interveio horas antes no Parlamento para restabelecer a calma, depois que um deputado do partido no poder tentou roubar as cédulas de voto.

Após várias horas de confronto, a intervenção ocorreu diante das câmeras da televisão nacional, que transmitiam a sessão ao vivo.

str-spb/cma/sst/mab/bc/aa