Distúrbios em Nova York marcam visita da presidente de Taiwan

A presidente do Taiwan, Tsai Ing-wen

Partidários e opositores da presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, se enfrentaram nesta sexta-feira em Nova York, durante uma visita de dois dias da governante aos Estados Unidos, sob protestos da China.

Os distúrbios aconteceram diante do Grand Hyatt, onde a presidente taiwanesa está hospedada.

Os opositores de Tsai, com bandeiras da China, enfrentaram os simpatizantes da presidente taiwanesa.

Tsai está em Nova York antes de uma viagem diplomática por países aliados no Caribe.

Taiwan tem um governo que se refugiou na ilha depois que os comunistas assumiram o poder na China em 1949, ao final da guerra civil.

A China considera como parte de seu território a ilha de Taiwan, que não é reconhecida como um Estado independente pela ONU. Pequim ameaça recorrer à força caso Taipé proclame formalmente a independência.

A maioria dos países do mundo não reconhece o governo de Taipé, incluindo os Estados Unidos. Washington reconheceu a China em 1979 e rompeu relações com Taiwan.

Estados Unidos, no entanto, permanecem como o principal fornecedor de armas de Taiwan.