Distribuição de pornografia infantil na Alemanha dobra em um ano

A difusão de imagens pornográficas de crianças e adolescentes dobrou na Alemanha no ano passado, anunciou, nesta segunda-feira, a polícia nacional, que destaca que os servidores de computador europeus se tornaram "um centro neuvrálgico" nesta área.

Em 2021, foram registrados mais de 39.000 casos de divulgação, compra, posse e produção de imagens pornográficas de crianças e adolescentes, o que representa um aumento de 108,8%, segundo o Instituto de Estatística Criminal da Polícia (PKS).

As agressões sexuais contra menores também aumentaram, com mais de 15.500 no ano passado, 6,3% a mais que no ano anterior. O chefe da polícia criminal alemã, Holger Münch, destacou que o aumento desses números expõe "a alta proporção de casos não denunciados".

O número de abusos que a polícia não tem conhecimento ainda é grande, segundo as autoridades, que estimam que um ou dois alunos por turma são vítimas de alguma forma de violência sexual na Alemanha.

Este fenômeno não é exclusivo da Alemanha. Em 2020, foram descobertas mais de 65 milhões de imagens e vídeos de pornografia infantil em todo o mundo, segundo os dados publicados pela Comissão Europeia em maio.

Mais de 60% das imagens de pornografia infantil espalhadas estão alojadas em servidores europeus. "A Europa se tornou o centro das imagens de abusos sexuais", declarou nesta segunda-feira à imprensa Kerstin Claus, responsável de abusos sexuais contra menores no governo alemão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos