Distrito Federal registra primeiro caso de raiva humana desde 1978

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) confirmou nesta terça-feira um caso de raiva humana na capital. O paciente é um jovem do sexo masculino, com idade de 15 a 19 anos, hospitalizado em estado grave. O diagnóstico é o primeiro caso autóctone em humanos no DF (originado no local) desde 1978, que, até então, era o único registrado.

Entrevista: 'O trauma virou uma epidemia', afirma psiquiatra de Lady Gaga

Margareth Dalcolmo: Hesitação vacinal, nem pensar

Doenças do coração: Diagnóstico de cardiopatias congênitas cresce, mas acesso ainda é limitado no Brasil

Além desse, o DF também registra outros dois casos de raiva em animais. Segundo informe divulgado pela pasta, a raiva humana é "extremamente grave com letalidade elevada de 99,9%". A última notificação em cachorros foi em 2000 e em gatos, no ano seguinte.

A pasta informou que não divulgará informações sobre a identidade ou o hospital em que está o adolescente para preservar a família. Com o diagnóstico, a secretaria antecipou a campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos para quarta-feira.

“A Secretaria de Saúde alerta à população para a antecipação da Campanha de Vacinação Antirrábica a partir desta quarta-feira (6). A medida preventiva foi necessária em função da confirmação de um caso de raiva humana no DF. Trata-se de um paciente do sexo masculino, na faixa etária dos 15 aos 19 anos que atualmente está internado em estado grave. Para preservar a identidade do paciente e em respeito aos familiares e amigos não será passada nenhuma outra informação sobre o caso. Contamos com a compreensão”, diz a nota.

As únicas formas de prevenir a raiva são por meio da vacinação e do soro com anticorpos, que devem ser administrados caso a pessoa seja mordido por um animal, como um cachorro, que não está vacinado. Tanto a profilaxia quanto o tratamento estão disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos